Paulo Franke

22 abril, 2012

3. CURITIBA-PR, elogiada até aqui na Europa!



Deixando o Rio de Janeiro para trás (foto Google do Parque da Cidade à noite, em Niterói),  segui pela moderna via Dutra para São José dos Campos pela Empresa Sampaio, um dos melhores ônibus de todos que utilizei Brasil afora.



Visita-relâmpago à irmã da Anneli e bons momentos com os queridos sobrinhos da foto.

_______________________


Rápida passada por São Paulo para rever meu filho, nora e queridos netinhos, e logo estava seguindo meu estrito roteiro rumo ao sul. E a primeira parada, Curitiba! E no meu plano de viagem o de ficar os últimos dias, cerca de quase três semanas, com o filho e família.



Fundada no século 17, Curitiba tornou-se uma metrópole exemplar em vários aspectos. Seus habitantes possuem uma preocupação constante com as áreas verdes, as tradições culturais dos imigrantes europeus e a qualidade de vida.
Uma das metrópoles brasileiras mais prósperas, organizadas e com melhor qualidade de vida. Curitiba é exemplo mundial em soluções de urbanismo, educação e meio ambiente.
Cidade de cultura eclética e fortemente influenciada por imigrantes italianos, alemães, poloneses e ucranianos, dos quais descende a maioria da população de Curitiba. Esse fato é logo percebido por quem chega e nota a arquitetura, gastronomia e costumes locais (Google).

E acrescento:

Curitiba, mesmo aqui na Europa, tem sido denominada "a cidade modelo" e já assisti a um documentário pela TV enfocando sua importância, funcionabilidade e modernidade.




Gastronomia de habitantes que descendem de europeus... será que li certo?? A gaúcha está também representada na cidade, e fui convidado a saborear um gostoso churrasco de espeto corrido, como dizemos no sul (rodízio nos demais lugares) pelos bons amigos que me hospedaram na sede do Exército de Salvação.




Os portugueses Alberto e Maria José, que conhecemos no ano de 1978 quando trabalhamos em Lisboa. Desde então eu os havia encontrado quando vieram em visita ao Brasil na década de 90 e não mais. São amigos queridos com os quais nunca perdemos contato, ainda que muitas vezes comunicando-nos somente por ocasião do Natal. Ser tão bem hospedado por eles foi não somente uma alegria, mas uma honra para mim. (E, com licença, Alberto, sua esposa é uma das pessoas mais simpáticas que conheço!)



Levaram-me ao famoso Jardim Botânico de Curitiba, que eu não conhecia. Ao fundo, a estrutura qual esqueleto do prédio (tipo estufa?) do Jardim (à esquerda, sorry... não passa despercebido o fato de como os brasileiros e as brasileiras têm engordado ultimamente!!)






À beira de um lago no Jardim Botânico, vegetação típica paranaense.




E precisou os amigos portugueses me dizerem o nome do pássaro, que habita também o RS, pois havia-me esquecido... quero-quero!




Araucárias!





Muitos elogiam o outono europeu, quando as árvores, antes de suas folhas caírem, assumem diversas cores... Mas aqui na Europa nunca vi árvores com flores de coloração diversificada, de rara beleza, no entanto comuns no Brasil!




Araucárias e árvores floridas, combinacão perfeita!






Na casa dos meus amigos, um pé de oliveira que cresce em um vaso. Certamente para lembrarem-se de sua terra onde, como  em todo o sul da Europa e demais países mediterrâneos, oliveiras crescem abundantemente, inclusive em Israel.





Um dia em uma "casa portuguesa, com certeza", e no dia seguinte meu amigo leva-me à casa de primos gaúchos que lá vivem (ele, arquiteto de muito talento!!). Aqui, coqueirais!




Depois de bons papos e bom almoço, minha prima levou-me a  outro belo local que eu não conhecia, embora tendo vivido - somente durante três meses - em Curitiba logo que Anneli e eu nos casamos.




O estupendo Teatro-Ópera de Arame.





Ópera de Arame é um teatro brasileiro, localizado na cidade de Curitibacapital do estado do Paraná. É todo construído com tubos de aço e estruturas metálicas e coberto com placas transparentes de policarbonato, lembrando a fragilidade de uma construção em arame. De forma circular, a edificação é parcialmente circundada por um lago artificial, de maneira que o acesso ao auditório é feito por uma passarela sobre as águas. 



O projeto é do arquiteto Domingos Bongestabs, professor do departamento de Arquitetura e Urbanismoda UFPR e mesmo autor do projeto da Unilivre. As estruturas metálicas tubulares, totalizando 360 toneladas de aço, e os 2.400 bancos de tela de arame, foram fornecidas pela Brafer Construções Metálicas, empresa de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.




Foi montada em apenas 75 dias e inaugurada em 18 de março de 1992. Passou por uma reforma para manutenção e melhorias na segurança, concluída em meados de 2006.
O auditório tem capacidade física para 2,1 mil espectadores, mas, após a reforma de 2006, pretende-se limitar a entrada para um máximo de mil pessoas, visando a preservação da estrutura.
Nas proximidades da ópera está a Pedreira Paulo Leminski, aberta em 1990. Juntos, formam o Parque das Pedreiras. Wikipedia.



O estabelecimento comercial diante do Teatro de Arame lembra-me de que estou na região sul do Brasil, e o homem, com seu traje gaúcho - e também a churrascaria onde meus amigos me levaram - revela-me que estou perto do meu Rio Grande do Sul...


No mesmo dia visitei duas queridas parentes gaúchas... uma tia quase centenária, mãe de minha prima, que vive em uma casa geriátrica onde aparenta ter um muito bom tratamento,  e uma outra prima que não encontrava também há muitos anos e que vive em uma casa belíssima - com uma grande sala hollywoodiana - rodeada de jardins.




*******************


Próxima postagem:




E de Curitiba tomei um ônibus que me levou diretamente a Porto Alegre.




*******************



5 Comments:

  • Bela Curitiba...devia ser mais comentada aqui no Brasil... e seria um bom exemplo pra Rio Grande, que está crescendo a olhos vistos, sem nenhuma infra estrutura... estamos vivendo um verdadeiro caos por causa desse crescimento sem desenvolvimento...o trânsito aqui está irreconhecível...

    By Anonymous Rejane, at domingo, abril 22, 2012 2:42:00 PM  

  • Como eu, talvez se estivesse morando por aqui, não "teria tempo" para visitar tantos lugares lindos e que nos enche de orgulho de sermos brasileiros!
    Como é linda ésta terra!

    By Blogger Yara, at segunda-feira, abril 23, 2012 11:12:00 PM  

  • Franke, parabéns pela bela "reportagem" sobre Curitiba. De fato cidade-exemplo para o Brasil. Não me canso de visitá-la sempre que vou à Joinville estar com minha filha.

    By Anonymous Francisco S V Filho, at terça-feira, abril 24, 2012 3:57:00 AM  

  • Bacana , Paulo os caminhos do Sul são mesmo lindos . Abs . Carlos .

    By Anonymous Anônimo, at terça-feira, abril 24, 2012 7:41:00 PM  

  • Ah Paulo, Curitiba é uma cidade fantastica. Parece que estamos na europa, em alguns momentos. E a Opera de Arame? Sem igual, não acha?
    E sem falar das fotos. Mais uma vez belissimas e causando um orgulhooooo!!!!
    Que bom que foi tudo bem no seu caminho para os Sul maravilha!!!
    Acho que o poeta tem razão..."viajar é preciso"...
    Parabéns

    aBRaço Carioca!!!!

    By Blogger Maria Thereza, at sexta-feira, abril 27, 2012 5:59:00 AM  

Postar um comentário

<< Home