Paulo Franke

10 dezembro, 2016

Fantástica história... vale a pena ReveR /also in English


http://paulofranke.blogspot.fi/2011/01/dessas-historias-que-tocam-fundo-o.html

Dessas histórias que tocam fundo o coração...


Por que, se nada tem a ver conosco, nossas fotos estão abaixo?
Muitos leitores já me conhecem, por tentar se possível achar um link entre minhas postagens e alguma experiência que tenhamos tido, através, nesse caso, de duas fotos. Esta história tem dois lugares como palco: Austria e Nova York (Staten Island).



ÁUSTRIA - Salzburgo, em um local das filmagens de "A Noviça Rebelde" (Sound of Music). No link abaixo, a postagem respectiva.




EUA - Nova York . Anneli diante do Corpo de Staten Island, onde trabalhou em 1968, bem antes de nos conhecermos.

___________________________________


A toalha bordada.
Um novo pastor, recentemente formado, e sua esposa, que foram encarregados de reabrir uma igreja no bairro de Brooklyn, NY chegaram no início de outubro, entusiasmados com a oportunidade.
Quando viram a igreja, observaram que havia muitos estragos e um grande trabalho a ser feito. Sem se deixar abater, estabeleceram como meta deixar tudo pronto para o primeiro serviço: o culto de Natal.
Trabalharam sem descanso, consertando o telhado e os bancos, refazendo o piso, pintando e, muito antes do Natal, em 18 de dezembro, tudo estava pronto! Mas… no dia seguinte, 19 de dezembro, desabou uma terrível tempestade que durou dois dias.
No dia 21, o pastor foi até a igreja. Seu coração doeu… viu que o telhado tinha quebrado e que uma grande área do revestimento de gesso decorado, da parede do santuário, logo atrás do púlpito, havia caído.
O pastor, enquanto limpava o chão, pensava em como resolver a situação. No caminho de casa, pensando em adiar o culto de Natal, observava as vitrines, enfeitadas para a época, quando notou um bazar beneficente e parou por instantes.
Uma linda toalha de mesa, de crochet, na cor marfim, com um crucifixo delicadamente bordado no centro chamou-lhe a atenção. Era do tamanho exato para cobrir o estrago atrás do púlpito.
Comprou-a e voltou para a igreja. Começou a nevar. Apressou seus passos e quando chegava à porta da igreja uma velha senhora vinha correndo em direção contrária tentando pegar o ônibus, o que não conseguiu.
O pastor convidou-a a entrar para esperar pelo próximo que viria 45 minutos depois, abrigando-se do frio. Ela sentou-se num banco e nem prestava atenção no pastor que já providenciava a instalação da toalha de mesa na parede.
Ao terminar afastou-se e pôde admirar o quanto a toalha era linda e servia perfeitamente para esconder o estrago. Então, o pastor notou a velha senhora encaminhando-se para ele. Seu rosto estava lívido e perguntou:
"Pastor, onde o senhor encontrou essa toalha de mesa?" O pastor contou a história. A mulher pediu-lhe que examinasse o canto direito inferior para encontrar as iniciais EBG, bordadas. O pastor fez o que a mulher pediu e, intrigado, confirmou.
A mulher disse: – "Essas são as minhas iniciais". Ela havia feito essa toalha de mesa há 35 anos, na Áustria. Contou que, antes da guerra, ela e seu marido estavam “bem-de-vida”.
Quando os nazistas invadiram seu país combinaram fugir; ela iria antes e seu marido a seguiria uma semana depois. Ela foi capturada, trancada numa prisão e nunca mais viu seu marido e sua casa.
O pastor ofereceu-lhe a toalha, mas, ela recusou, dizendo que estava num lugar muito apropriado. Insistindo, ofereceu-se para levá-la até sua casa; era o mínimo que poderia fazer.
Ela morava em Staten Island e tinha passado o dia no Brooklin para um serviço de faxina. No dia de Natal a igreja estava quase cheia. Foi um lindo culto.
Ao final, o pastor e sua esposa cumprimentaram os fiéis um a um à porta e muitos diziam que retornariam. Um velho homem, que o pastor reconheceu pela vizinhança, permaneceu sentado, atônito.
O pastor aproximou-se e, antes que dissesse palavra, o velho perguntou: "Onde o senhor conseguiu a toalha de mesa da parede? Ela é idêntica a uma que minha mulher fez, muitNegritoos anos atrás, quando vivíamos na Áustria, antes da guerra."
Como poderiam existir duas toalhas tão parecidas? Imediatamente, o pastor entendeu o que tinha acontecido e disse: – "Venha… eu vou levá-lo a um lugar que o senhor vai gostar muito."
No caminho o velho contou a mesma história da mulher. Ele, antes de poder fugir, também havia sido preso e nunca mais pôde ver sua mulher e sua casa, por 35 anos.
Ao chegar à mesma casa onde deixara a mulher, três dias antes, ajudou o velho a subir os três lances de escadas e bateu na porta. Creio que não há necessidade de se contar o resto da história. Quem disse que Deus não trabalha de maneira misteriosa?


História verídica contada pelo Pastor Rob Reid.


(Tradução aproveitada da postagem do blog de Sergio Rocha, pela qual agradeço))



*********************


Beautiful true story.... Makes you understand that things happen for a reason
The brand new pastor and his wife, newly assigned to their first ministry, to reopen a church in suburban Brooklyn, arrived in early October. Excited about their opportunities, when they saw their church it was very run down and needed much work. They set a goal to have everything done in time to have their first service on Christmas Eve. They worked hard, repairing pews, plastering walls, painting, etc, and on December 18
were ahead of schedule and just about finished. On December 19 came a terrible tempest - a driving rainstorm hit the area and lasted for two days. On the 21st, the pastor went over to the church. His heart sank when he saw that the roof had leaked, causing a large area of plaster - about 20 feet by 8 feet - to fall off the front wall of the sanctuary
Just behind the pulpit and beginning about head high. The pastor cleaned up the mess on the floor, and not knowing what else to do but postpone the Christmas Eve service, he headed home.
On the way he noticed that a local business was having a flea market type sale for charity, so he stopped and went in. One of the items was a beautiful, handmade, ivory coloured, crocheted tablecloth with exquisite work, fine colours and a cross embroidered right in the centre. It was just the right size to cover the hole in the front wall.
He bought it and headed back to the church. By this time it had started to snow. An older woman running from the opposite direction was trying to catch the bus. She missed it. The pastor invited her to wait in the warm church for the next bus 45 minutes later. She sat in a pew and paid no attention to the pastor while he got a ladder, hangers, etc., to put up the tablecloth as a wall tapestry. The pastor could hardly believe how beautiful it looked and it covered up the entire problem area. Then he noticed the woman walking down the centre aisle. Her face was like a sheet. "Pastor,"She asked, "where did you get that tablecloth?" The pastor explained. The woman asked him to check the lower right corner to see if the initials EBG were crocheted into it mhere. They were. These were the initials of the woman, and she had made this tablecloth 35 years before, in Austria . The woman could hardly believe it as the pastor told how he had just gotten "The Tablecloth". The Woman explained that before the war she and her husband were well-to-do people in Austria . When the Nazis came, she was forced to leave. Her husband was going to follow her the next week. He was captured, sent to prison and she never
saw her husband or her home again. The pastor wanted to give her the tablecloth, but she made the pastor keep it for the church. The pastor insisted on driving her home. That was the least he could do. She lived on the other side of Staten Island and was only in Brooklyn for the day for a housecleaning job. What a wonderful service they had on Christmas Eve! The church was almost full. The music and the Spirit were great. At the end of the service, the Pastor and his wife greeted everyone at the door And many said that they would return. One older man, whom the pastor recognized from the neighbourhood continued to sit in
one of the pews and stare, and the pastor
wondered why he wasn't leaving. The man asked him where he got the tablecloth on the front wall because it was identical to one that his wife had made years ago when they lived in Austria before the war and how could there be two tablecloths so much alike? He told the pastor how the Nazis came, how he forced his wife to flee for her safety and he was supposed to follow her, but he was arrested and put in a prison. He never saw his wife or his home again all the 35 years between. The pastor asked him if he would allow him to take him for a little ride. They drove to Staten Island and to the same house where the pastor had taken the woman three days earlier. He helped the man climb the three flights of stairs to the woman's apartment, knocked on the door and he saw the greatest Christmas reunion he could ever imagine!

True Story - submitted by Pastor Rob Reid
who says God does work in mysterious ways.




***********************

L i n k

http://paulofranke.blogspot.com/2008/07/de-trem-pela-europa-3-salzburgo-ustria.html

Minha segunda viagem à Austria

______________________________

07 dezembro, 2016

A mais bela mensagem de Natal que já li!


A mais bela mensagem de NATAL que já li!


PRESENTEIE A SI PRÓPRIO LENDO ESTA MENSAGEM
QUE NOS ANIMA A "NÃO TEMER DIANTE DO MUNDO TURBULENTO EM QUE VIVEMOS"
(Amplie para poder ler melhor!)

06 dezembro, 2016

Primeira postagem do Natal-2016 - Indo à Estônia



Aproveitando a visita de parentes do Brasil, fomos, meu neto e eu, com eles "dar um pulinho" à Estônia, país vizinho, para visitar a Cidade Velha de Tallin e apreciar a Feira de Natal, que existe na maioria das cidade européias, de qualquer porte.





























































E acabou-se o que era doce...


Passear o dia todo é bom, mas cansa...






Felizmente não caiu neve, o que embelezaria ainda mais as fotos, mas cansaria duplamente a caminhada...





De volta ao navio.


Chegando em casa... não decoramos nossa casa "natalinamente".