Paulo Franke

25 setembro, 2006

Poemas de Dietrich Bonhoeffer


Quem sou? (traduzido do inglês)

Quem sou? Frequentemente me dizem que
saí do confinamento de minha cela
tranquilo, alegre e firme
como um senhor de sua mansão de campo.
Quem sou? Frequentemente me dizem
que costumo falar com os guardiões da prisão confiada, livre e claramente,
como se eu desse as ordens.
Quem sou? Também me dizem
que superei os dias de infortúnio
orgulhosa e amavelmente, sorrindo,
como quem está habituado a triunfar.

Sou, na verdade,
tudo o que os demais dizem de mim?
Ou sou somente o que eu sei de mim mesmo?
Inquieto, ansioso e enfermo,
como uma ave enjaulada,
pugnado por respirar, como se me afogasse,
sedento de cores, flores, canto de pássaros,
faminto de palavras bondosas, de amabilidade,
com a expectativa de grandes feitos,
temendo, impotente,
pela sorte de amigos distantes,
cansado e vazio de orar, de pensar, de fazer,
exausto e disposto a dizer adeus a tudo.

Quem sou? Esse ou aquele?
Um agora e outro depois?
Ou ambos de uma vez?
Hipócrita perante os demais
e, diante de mim mesmo, um débil acabado?
Ou há, dentro de mim,
algo como um exército derrotado
que foge desordenadamente da vitória já alcancada?

Quem sou?
Escarnecem de mim essas solitárias perguntas minhas;
seja o que for, Tu o sabes, ó Deus: sou Teu!



Nota:
O teólogo-martir Dietrich Bonhoeffer, autor de diversos livros, foi morto pelos nazistas. Veja Comunidade Dietrich Bonhoeffer.
Na foto de 2001, estou ao lado de seu poster nas ruínas da Gestapo, hoje museu, em Berlim.

****************************

Oração por capacitação (traduzida do inglês)

Ó Deus, cedo de manhã clamo a Ti; ajuda-me a orar e a concentrar os meus pensamentos em Ti: não posso fazer isso sozinho. Em mim há trevas, mas conTigo há luz . Estou só, mas Tu não me abandonas. Sou fraco de coracão, mas conTigo há ajuda. Sou inquieto, mas conTigo há paz. Em mim há amargura, mas conTigo há paciência. Não compreendo os Teus caminhos, mas Tu conheces o caminho que devo trilhar... Restaura-me para a liberdade, e agora capacita-me a viver de tal forma que eu possa prestar contas a Ti e a mim próprio. Senhor, seja o que for que este dia possa trazer, Teu nome seja louvado

*************************

"Com Deus, cada aparente final é apenas um glorioso início." DB

**********************

Abaixo, o hino 600 do Hinário Luterano da Finlândia.

Letra: Dietrich Bonhoeffer (1944) - traducão livre

hino muito usado diante de situacões difíceis que o país enfrente.

*************************

Nós somos gentilmente abracados

Pelo maravilhoso refúgio do poder divino.

Podemos confiar no Senhor, que é sempre fiel,

E juntos podemos entrar em uma nova fase.

***********************

Podemos ter á frente uma estrada de opressão,

Mas mesmo lá Cristo está guiando.

Deixamos nossas vidas nas mãos de nosso Pai;

Só Ele é Quem nos pode conceder a paz.

***********************

Senhor, que luzes de esperanca possam brilhar,

E que essas chamas sejam tranquilas e confortantes.

Tu trazes luz nas trevas, e removes nossos medos,

Fica conosco, portanto, Senhor, e dá-nos a paz.

***********************

Quando poderes do mal parecem circundar-nos,

Que as vozes da fé possam ser mais audíveis,

E que assim possamos ouvir Teu povo cantar

Palavras de uma nova e vibrante cancão.

***********************

O fiel refúgio do poder divino

Abraca-nos, não importa o que aconteca.

Do anoitecer até o amanhecer o Senhor está conosco,

Prometendo-nos a dádiva de um novo amanhã.

4 Comments:

Postar um comentário

<< Home