Paulo Franke

25 setembro, 2006

O Museu Anne Frank em Amsterdam





"Espero poder confiar em você completamente, como nunca fui capaz de confiar em alguém antes, e espero que você seja uma grande forca e conforto para mim." Anne Frank, 12 de junho de 1942.

********************

As fotos abaixo dizem respeito às duas visitas que fiz ao Museu, em 1973 e 2001, sendo que na primeira vez era permitido fotografar o local, o que fiz com uma boa dose de emoção (leia o texto)













Era o mês de julho de 1973, mês em que fiz minha primeira viagem à Europa.
Naquela manhã de verão em Amsterdam, deixando o Hotel Elim (foto) do Exército de Salvação -Leger des Heils no idioma holandês - caminhei pelas ruas ainda desertas e me dirigi ao local que há muito queria conhecer: o Museu Anne Frank.

No meu diário, a lembrança do diário dela ...

O sino da igreja de Westerkerk anunciava que eu chegara cedo demais. Decidi, então, sentado à beira do canal diante da casa tipicamente holandesa, preencher o tempo escrevendo o meu diário de viagem, aproveitando o ambiente calmo e convidativo ao redor. E nele registrei a grande expectativa e emoção que me inundavam diante da oportunidade de conhecer o histórico lugar. À mente vinham as recordações de tudo o que lera a respeito do holocausto de seis milhões de judeus, perpetrado pelos nazistas durante a II Guerra Mundial, desde o "O Diário de Anne Frank" aos livros de Leon Uris que, somados às histórias contadas por meu pai - de quem herdei profunda simpatia e amor pelo povo judeu - contribuíram para o meu conhecimento do assunto.
Se a emoção do momento era forte para mim, um mero turista, o quanto não teria sido para Otto Frank, voltando ao local após a guerra como o único sobrevivente do grupo que ali se escondera por dois anos! Foi nessa visita dolorosa que lhe entregaram o diário de sua filha Anne, encontrado na confusão em que ficara o lugar após terem sido descobertos.

Uma página tenebrosa na História

Em maio de 1940, as tropas alemãs invadiram a Holanda inesperadamente. Em cinco dias o país teve de capitular. Cinco anos de terror dominaram a nação, sendo cruel a perseguição aos judeus holandeses. Otto Frank, que viera da Alemanhã em 1933, fugindo da perseguição nazista, decidiu refugiar-se com sua família nos compartimentos do andar superior de seu próprio escritório, que utilizava para armazenar suas mercadorias. À sua família veio unir-se a família Van Daan (o casal e o filho Peter) e o dentista Sr. Dussel. Transcorridos dois anos, agentes da Gestapo, alertados por uma denúncia anônima, descobriram o esconderijo em agosto de 1944. No dia em que as tropas aliadas libertaram Bruxelas (setembro de 1944), partiu o último transporte com destino ao campo de concentração de Auschwitz. Os oito refugiados estavam naquele trem. Anne, no entanto, morreu em outro campo de concentracão, o de Bergen-Belsen, na Alemanha (que também visitei - veja link abaixo).

No Anexo Secreto, uma oração profunda

Ao percorrer aquelas salas, conservadas em seu estado original pela Fundação Anne Frank, o silêncio fala alto e a emoção é nítida no semblante das pessoas presentes que conhecem ou que passaram a conhecer, através da visita ao museu, a história trágica e ao mesmo tempo tão cheia de ternura. Depois de permanecer ali por mais de uma hora, deixei o local agradecendo a Deus pela liberdade e fazendo dos alvos da Fundação a minha prece silenciosa: "Despertar os homens, assim como faz 'O Diário de Anne Frank', de sua responsabilidade para com o próximo, eliminando para sempre os preconceitos que levam a todas as formas de discriminação, e que nunca mais se reproduza no mundo o cenário cruel do Holocausto."

Nota:


As fotos foram tiradas em 1973, quando era ainda era possível ingressar com facilidade e mesmo fotografar o local. Uma delas mostra a entrada do anexo, encoberta por uma estante. A outra o quarto de Anne, com suas fotos de artistas da época na parede. A cozinha do Anexo e também a parte de trás do prédio podem ser vistas. Na foto de 2001, desisti de entrar no museu pelo pouco tempo de que dispunha em vista da fila imensa que contornava o quarteirão, provando ao mesmo tempo a popularidade crescente da história de Anne Frank, "...cuja pena foi mais poderosa do que a espada de Hitler".

**********



Emocionante visita, em 2001, à antiquíssima Sinagoga Portuguesa de Amsterdam, cuja Arca da Aliança foi reconstruída, em 1956, com jacarandá do Brasil! Terá Otto Frank levado sua família para conhecer essa histórica sinagoga? Leia mais a respeito procurando no Google: Amsterdam Portuguese Synagoge.



Passeio de um dia a Frankfurt, em 16.07.07, cidade onde nasceu Anne Frank. Na foto, a parte antiga da cidade, reconstruida originalmente após a guerra.



A rua onde nasceu Anne Frank, no n. 24.



A casa onde nasceu, em 12.06.29, em um bairro não atingido pelos bombardeios, portanto a casa original. Em uma grande placa à direita, debaixo da janela, há uma inscrição com seu nome, data do nascimento e outros dados, em alemão.




No mesmo bairro há um museu, infelizmente fechado naquela tarde.



No gigantesco aeroporto de Frankfurt, a alegria de conversar com um judeu ortodoxo, que me ofereceu uvas que trazia de Israel. Seu nome, Eliezer - o mesmo de um grande amigo meu, gaúcho - biblicamente, o filho de Aaron.
.
---------------------

Um desafio a você:


"O Diário de Anne Frank" com script para teatro, que encontrei no Centro Cultural na Vergueiro, em São Paulo, e depois adquirido em um sebo no centro da cidade. Por que não montar a peça em sua escola, igreja, clube?


*************

Um YouTube onde aparece Anne na janela, e outros:

http://br.youtube.com/watch?v=kEXuviihrrs






A escola onde estudou Anne Frank






Os últimos meses e morte de Anne Frank:





Visita ao campo de concentracão Bergen-Belsen, onde morreram Margot e Anne (veja sua sepultura simbólica):


Através do "Índice de todos os meus tópicos", à direita ao abrir o meu blog, o caro leitor encontrará muitas postagens relacionadas com o Holocausto.

38 Comments:

  • Paulo, estive no museu Anne Frnak m setembro de 2005, com 3 amigas. Uma delas, profundamente emocionada,não teve constrangimento em deixar as lágrimas caírem, diante de todas aquelas duras lembranças. Um beijo, Alice Migliorin

    By Anonymous Anônimo, at quarta-feira, outubro 04, 2006 4:20:00 AM  

  • O meu sonho é visitar esse Museu! tenho certeza de que quando eu for jornalista (pretendo ser,ainda estou no Ens. médio) vou realizar esse grande sonho. Eu adimiro a Anne profundamente e,também todo povo judeu que sofreu as conseqüencias dessa perseguição nazista.Deve ser muito emocionante visitar esse museu.
    Sempre que eu estou triste,leio o diário e,de uma certa forma eu me sinto melhor

    muito interessante seu blog,até mais!

    By Anonymous Catherine Santos, at sábado, outubro 28, 2006 4:02:00 AM  

  • Acredito que uma das maiores dádivas de qualquer ser humano é o prazer de viver e desta forma, possuir uma liberdade sem-igual. Estando presa ou livre, Anne mostrou como sua vida era importante e o quanto seu intelecto era inigualável a qualquer outra menina de sua época. Sua vontade de ser jornalista era fantástica e nunca se prendeu às dificuldades que a rodeavam, por mais que estivesse presa.
    Quero um dia ir até o museu e lembrar tudo o que aconteceu.

    By Anonymous Daniel Damaceno Barbosa, at quinta-feira, dezembro 21, 2006 7:03:00 PM  

  • Tomara a Deus que eu consiga ter condissões possíveis de conhecer esse museu, e pelo menos um campo de concentração! Também é um sonho meu..
    Adoro história, principalmente a da Segunda Guerra Mundial que foi a que mais me chocou.. Estou lendo o Diário de Anne Frank e já é um dos meu livros preferidos..

    By Anonymous Fernanda, at quarta-feira, janeiro 31, 2007 10:30:00 PM  

  • Paulo, muito legal as fotos!
    espero um dia ter a sorte de conhecer o esconderijo de Anne Frank. Fiquei muito emocionada ao ler esse livro.
    E foi através dele que eu percebi, o quanto temos que valorizar o que temos.

    "È preciso sorrir, enquanto há o que sorrir, pois de repente somos tomados por tristezas infinitas e então vamos lamentar os momentos em que nossos lábios poderiam abrir e contemplar com um sorriso certos momentos da vida"

    Esse livro me deu uma bela lição, e espero q isso ocorra o mesmo com as pessoas que o leram

    =)

    Beijos, Renata

    ..
    *

    By Anonymous Anônimo, at segunda-feira, fevereiro 26, 2007 7:30:00 PM  

  • Apenas uma frase de Anne Frank:
    Gosto tanto de vida, que quando morrer, quero continuar viva.

    By Anonymous laura jane, at sábado, julho 21, 2007 2:57:00 AM  

  • Gosto muito do teu blog, simples, original. E gostei das novas fotos de Anne Frank. VC é parente de um senhor ja de meia idade chamado Roberto de Oliveira Junior?

    By Anonymous laura jane, at sábado, julho 21, 2007 11:22:00 PM  

  • MUITO BONITAS AS FOTOS, PAULO, QUE AINDA CONSEGUEM PASSAR EMOÇÃO AOS QUE CONHECEM A HISTÓRIA DA PEQUENA ANNE FRANK. MUITO BACANA A SUA IDÉIA DE VISITAR A CASA HOJE MUSEU E FOTOGRAFAR O LUGAR. ABRAÇOS, LAFA.

    By Blogger Lafa, at domingo, julho 22, 2007 6:14:00 AM  

  • Eu ja tinha tido, a oportunidade de ver este teu topico.Apenas nao tinha deixado, meu comentario.Entao neste momento o faco.Eu achei muito bonitas as fotos, mas principalmente as palavras de profundo sentimento, de amor a esta menina Esta homenagem que voce fez, e mais uma das que com sabia escolha, coloca para que possamos ver.Eu achei tambem, muito linda a fotos do Judeu Ortodoxo, e as criancas.Bem natural, e me passou uma alegria imensa.Abracos amigo.

    By Anonymous JOSIANE WICHINIESKI, at quarta-feira, julho 25, 2007 4:16:00 PM  

  • Adorei ver as Fotos e saber disso!
    Tenho 13 Anos,e meu pai me deu Anne Frank para ler,AMEI!Acabei ontem,mas no epílogo,não diz muita coisa...Então foi aqui que aprofundei minhas informações sobre Anne e sobre os outros confinados,se um dia eu tiver chance,irei conhecer tbem o Museu Anne Frank,E o prédio de escritórios onde ficava o anexo secreto.

    By Anonymous Anônimo, at quarta-feira, julho 25, 2007 7:23:00 PM  

  • Agradeço a todos os amigos que postaram um comentário sobre o tópico Anne Frank, em um sentido uma homenagem a ela, "cujo pena foi mais poderosa do que a espada de Hitler".
    No próximo ano, se Deus quiser, espero visitar o campo de concentração Bergen-Belsen,na Alemanha, onde morreu esta heroína-menina.

    By Blogger paulofranke, at sábado, julho 28, 2007 10:01:00 PM  

  • Maravilhoso o seu blog, Paulo!!! Ainda conhecerei o museu, se Deus quiser! E sei que tudo o que li no diário me emocionará ainda mais durante a visita...

    By Anonymous Kris Ellen, at quinta-feira, agosto 16, 2007 11:56:00 PM  

  • fiquei emocionado a ver as fotos da casa de anne, um dia vou neste meuseu

    valeu paulo

    By Blogger Victor Vian, at segunda-feira, outubro 01, 2007 11:57:00 PM  

  • Eu realmente nunca conheci outra história que me emocionasse mais. Obrigada, Paulo, por compartilhar essas fotos maravilhosas conosco!

    By Anonymous Jessica, at sábado, outubro 20, 2007 10:09:00 PM  

  • Olá Paulo, eu sou simplesmente fascinada pela história da Segunda Guerra mundial em especial a história de Anne, pesquiso muito a respeito. Amei as fotos onde consegui ainda mais informaçoes sobre ela, obrigada! Ah! Pretendo com certeza viajar para Alemanha e Holanda para conhecer ainda mais. Clara

    By Anonymous Anônimo, at quinta-feira, outubro 25, 2007 1:46:00 AM  

  • A todos que postaram um comentário neste tópico, o meu muito obrigado! E que satisfacão ler o primeiro, de uma prima querida que há muitos anos não encontro!! Anne Frank nos reaproximou!

    By Blogger paulofranke, at quinta-feira, novembro 01, 2007 7:11:00 AM  

  • noOoossa q bacana suas fotos
    muito bonitas msm
    tenho muita vontade de conhecer esse lugar gosto muito da ANNE e espero visitar o anexo onde ela ficou por tanto tempo.Bjs e vlwww por dividir esses momentos conosco
    muuuito show.

    By Blogger leny, at sábado, novembro 17, 2007 1:53:00 AM  

  • adorei!

    By Anonymous Anônimo, at sábado, dezembro 29, 2007 4:13:00 AM  

  • Puxa... fiquei emocionada ao ver as fotos!
    Obrigada por nos dar a satisfação de deleitar nossos olhos com estas imagens. Incrível mesmo!!!!
    Espero um dia conhecer!

    By Blogger Unknown Girl, at sábado, janeiro 05, 2008 4:57:00 AM  

  • d ++ as fotus e queru mt conhecer o local ....
    adorei ler o diario d anne
    e queru mt ver todos os locais cond ela descrevia deve dar uma senssaçao mt diferente estar no local ond ela e seus familiares e amigus fikaraum durante mt tempo ...

    esperu mt conhecer ...

    By Blogger k-belo, at quarta-feira, janeiro 23, 2008 2:22:00 AM  

  • Oi Paulo
    estou lendo o segundo livro que fala sobre Anne Frank e encontro-me completamente apaixonada pela história dela.
    Obrigada por ter dado mais fundamento ao que estou lendo, muito legais as fotos!

    abraço,
    Carolina Rodrigues.

    By Blogger carolzeenha_r, at sexta-feira, julho 04, 2008 5:05:00 AM  

  • ...fiquei ate emocionado ao ver a casa Anne, simplesmente triste saber que ela sofreu tanto!

    By Victor Vian

    By Blogger paulofranke, at quarta-feira, agosto 20, 2008 6:34:00 PM  

  • Eu achei a história de Anne Frank muito emocionante.
    Essa história tem bastante coisa diferente e intereçante.
    Mas também me emocinei bastante.
    Beijos tchau.
    Domingo,setembro 27,2008 22:46

    By Anonymous Anônimo, at domingo, setembro 28, 2008 4:46:00 AM  

  • Paulo,o livro de Anne Frank é um dos relatos mais comoventes que já li na vida.É indescritível dizer o que senti ao ler,chorei por diversas vezes enquanto lia.Sou professora de história,adorei seu blog,e um dos meus sonhos é conhecer o museu de Anne Frank em Amsterdã.
    Um abraço,
    Lisiane Cauduro.

    By Blogger lisiane, at sexta-feira, novembro 14, 2008 5:27:00 PM  

  • Paulo,obrigado mesmo por compartilhar conosco estas fotos de sua viagem a holanda/alemanha,é um verdadeiro sonho para min conhecer tais lugares.O diario de anne frank com certeza foi o livro mais interessante que já li , e me emocionou muito ,e me despertou inumeros pensamentos,a respeito da barbarie cometida ,na epoca do nazismo.
    Muito bom mesmo!..vlw

    By Blogger Urashima, at quarta-feira, dezembro 10, 2008 7:12:00 PM  

  • Obrigada por todas estas fotos! Que sorte poder ter tirado fotos dentro do anexo, eu já não pude porque fui em 2006! Espero visitar a casa em Frankfurt! A Anne nasceu numa clínica perto de casa e não nessa casa mas como a familia Frank habitou lá é importante visitar!
    Já visitou a casa deles em Amesterdão Merwedeplein?
    É tudo muito emotivo, não se percebe o porquê de tanta crueldade :,(

    By Blogger Barbara, at sábado, janeiro 31, 2009 2:45:00 PM  

  • O info-turismo de Frankfurt indicou-me o endereco como o da casa onde nasceu Anne Frank. Infelizmente, a grande placa em bronze está escrita em alemão. Faltou-me tempo de visitar uma casa, em outra rua, onde os Franks também viveram.

    By Blogger paulofranke, at quinta-feira, abril 09, 2009 8:07:00 AM  

  • Nossa figuei tao emocionada com suas fotos tudo que voce escreveu sobre a viagem...Meu Deus eu aqui tao perto as vezes me impede de tantas coisas.Meu sonho e conhecer o museu de Anny Frank em Amsterdam gostaria de conhecer cada parte de sua historia tb.Bom eu ameiii d+ as fotos por onde voce passou olhando fiquei com mais gostinho de fazer uma viagens dessas...=)
    Um grande abraço
    Katiuscy Medeiros

    By Blogger katy, at quarta-feira, maio 20, 2009 2:43:00 PM  

  • Paulo espero também um dia poder ver este museu a história dela me fascinou desde o primeiro dia que li e até agora me fascina.

    By Blogger Karina, at quarta-feira, maio 27, 2009 7:29:00 PM  

  • Me emocioneei muito lendo sua visita ao Museeu, senti como se fosse eu lá, vendo tudo aquilo, pra mim isso é um sonho, que um dia vou realizaar, amo a Anne como se fosse minha irmã, não entendo esse sentimento mas Amo *-*
    Um beijo, Laísa Macedo

    By Anonymous Anônimo, at quinta-feira, julho 02, 2009 9:56:00 PM  

  • Oiii Pauloo me arrepiei todo quando vi essas fotos, fiquei emcionado, obrigado por compartilhar essas joias com a gente.

    By Blogger Léo, at quarta-feira, agosto 12, 2009 3:18:00 PM  

  • Ver essas fotos é algo que me deixa depressivo, queria socar um por um todos os montros nazistas que massacraram essa garotinha e todo o povo judeu, sinto um rancor profundo e uma dor no coração vendo essas fotos e lendo teus comentários, nunca vou por os pés na alemanha, posso estar errado, à geração atual não pode pagar pelo passado, mas é o que penso em relação à isso, DESCANSE EM PAZ ANNE FRANK.

    By Anonymous velvet, at quinta-feira, setembro 03, 2009 8:48:00 PM  

  • Nossa....fiquei muito emocionada e comovida por ter visto essas fotos...são tão reais q parece q estou lendo o livro ou vendo o filme...adorei...obrigada por ter compartilhado conosco essas fotos...Bjão.

    By Anonymous Anônimo, at segunda-feira, setembro 28, 2009 6:58:00 PM  

  • Finalmente estou lendo o livro, é impossível não se emocionar ao ver essas fotos... Como lutaram para sobreviver... quantos dias naquele local fechado... Anne realmente vive após sua morte...

    By Blogger Mayrielle, at sexta-feira, outubro 16, 2009 3:48:00 AM  

  • Eu comecei a me enterresar pela a historia na Escola...
    Depois que eu fiquei sabendo dessa historia eu comecei a procurar filmes, historias pela internet e etc...
    Foi tudo aconteceu tão rapido, eu fui me apaixonando pela a Historia..´. Até hoje eu procuro a saber cada vez mais pela historia...Eu ainda não consegui encontrar o que eu quero mAIS EU NÃO VOU DESSISTIR EU VOU ACHAR...
    E se Deus quiser e vou viajar pelo mundo a procura do meu objetivo..
    Saber cada vez mais sobre essa historia tão interesante...
    Eu vou ver filmes sobre essa historia e eu vou saber tudo tudo e tudo sobre o Diario de (Anni Frank).
    Beijinhos carinhosos

    By Blogger Anni Frank, at terça-feira, janeiro 05, 2010 5:18:00 PM  

  • Eu comecei a me enterresar pela a historia na Escola...
    Depois que eu fiquei sabendo dessa historia eu comecei a procurar filmes, historias pela internet e etc...
    Foi tudo aconteceu tão rapido, eu fui me apaixonando pela a Historia..´. Até hoje eu procuro a saber cada vez mais pela historia...Eu ainda não consegui encontrar o que eu quero mAIS EU NÃO VOU DESSISTIR EU VOU ACHAR...
    E se Deus quiser e vou viajar pelo mundo a procura do meu objetivo..
    Saber cada vez mais sobre essa historia tão interesante...
    Eu vou ver filmes sobre essa historia e eu vou saber tudo tudo e tudo sobre o Diario de (Anni Frank).

    By Blogger Anni Frank, at terça-feira, janeiro 05, 2010 5:21:00 PM  

  • EU AMO ANNE FRANK ELA NAO DEVERIA TER MORRINDO EU AJO ELA LINDA

    By Anonymous Anônimo, at quinta-feira, novembro 18, 2010 1:54:00 AM  

  • Faz uma semana que cheguei de Amstedam. De todos os lugares pr mim visitados, e n foram pucos, a Casa de Anne Frank, foi o mais emocionante. Não consigo descrever em palavras a sensação que se tem ao entrar naquele espaço e logo de cara ver aquelas quatro fotografias daquela menina que teve ceifado o sonho de tornar-se naquilo tudo que sonhava ser.
    Obrigada por este teu blog.
    Cristina Sousa

    By Blogger Cristina Sousa, at sexta-feira, agosto 30, 2013 3:32:00 PM  

Postar um comentário

<< Home