Paulo Franke

16 junho, 2009

Navios e o HOLOCAUSTO (Filme "A viagem dos condenados")


A Alemanha ocupou a Dinamarca e a Noruega em 9 de abril de 1940. Quando lá estive no ano passado, hospedei-me em Bergen na casa de um colega cujo pai foi para o campo de concentração de Bergen-Belsen, que eu havia visitado semanas antes (ver De trem pela Europa - Bergen-Belsen).

2000 judeus noruegueses foram acrescentados à lista dos a serem deportados e mortos. Suas propriedades foram confiscadas. Felizmente, cerca de 1000 judeus encontraram abrigo na vizinha Suécia.



Na manhã de 26 de novembro de 1942, 532 judeus noruegueses foram forçados a embarcar a bordo do navio alemão SS Donau, que partiu de Oslo para a Alemanha e então para Auschwitz, na Polônia, onde a maioria dos homens foi selecionada para trabalho escravo, enquanto que os velhos, mulheres e crianças foram imediatamente para as câmaras de gas. Somente 24 sobreviveram.

Herman Sachnowitz foi um dos judeus noruegueses que sobreviveu ao Holocausto. Ele descreve o choque da deportação, o qual resumo abaixo:

Chegamos a Oslo ao meio-dia. Muitos noruegueses amigos dos judeus estavam também no cais. E vi a 8 metros o SS Donau, de Bremen, o navio-escravo. Ao embarcar um homem gritou desesperadamente pelas mulheres e crianças, que lutavam sem esperanças contra um tratamento brutal por parte dos soldados nazistas. ... E ali despedímo-nos da terra onde crescemos, no meio de um povo que tinha o primeiro mandamento, sobre amar o próximo, como lema de vida. Botas brutais davam pontapés em velhos, mulheres, crianças e em grávidas... E no meio disso tudo ainda posso ver uma fila de homens e mulheres de idade, enfraquecidos, caminhando com as cabeças baixas, para o que eles sabiam, uma inevitável fatalidade. Eles sabiam mais do que nós, jovens, pois conheciam a história de nosso povo: eles já estavam mortos.

Fonte: "Tell your children"




Depois da Noite dos Cristais, em novembro de 1938, muitos judeus alemães decidiram que era hora de partir, como muitos haviam feito anos antes. A foto real foi extraída do "Tell your children" (Conte aos seus filhos) no tópico "As democracias fecharam suas portas".


Em 13 de maio de 1939, cerca de 1000 judeus, fugindo da perseguição nazista, deixaram o porto de Hamburgo a bordo do navio alemão St. Louis. O destino: Cuba, que se recusou a deixá-los entrar. Tentativas de serem recebidos nos Estados Unidos também falharam. Um mês depois que deixarem a Europa, tiveram que retornar, chegando a Antuérpia em 17 de junho. Nenhum país fora da Europa abriu -lhes as portas. Ainda que eventualmente alguns tenham ido para a Inglaterra, a maioria acabou nas mãos dos alemães que os enviaram para serem exterminados nos campos de concentração.



O capitão Gustav Schroeder fez a seguinte nota no seu diário de bordo:

Há uma nervosa disposição entre os passageiros. A despeito disso, cada um parece convencido de que nunca mais verá a Alemanha outra vez. Tocantes cenas aconteceram ao embarcarem. Muitos parecem ter corações leves, outros consideram algo muito pesado terem de deixar seus lares. Mas o tempo bonito, o ar puro do mar, boa alimentação e serviço atencioso a bordo logo proverá uma atmosfera de despreocupação entre os passageiros. As impressões doloridas em terra desaparecem rapidamente no mar e logo parecem meramente sonhos. (Às 20h00 daquele sábado, 13 de maio, o navio partiu)


O SS St Louis cercado por pequenas embarcações no porto de Havana.



O mapa mostra a rota de ida - e volta - do SS St Louis.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


A dramática história foi tema do filme "Viagem dos Condenados" (Voyage of the Damned).



Artistas famosos no elenco do filme com a legenda "A incrível história do navio que envergonhou o mundo".

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


L i n k s


Pesquise no Google
Viagem St Louis ou Tragédia St Louis
~~
~~
Minhas postagens sobre o Holocausto:

9 Comments:

  • Meu Deus quanta vergonha para o mundo tudo isso que vim a conhecer de seus relatos meu caro amigo!
    Que nós todos nunca deixemos passar em branco ou batido essa parte tão terrível da história da humanidade.
    Que possamos sempre divulgar para todos os que não conhecem ou como dizem por aí não aconteceu...!
    Que bom caro amigo que você tem esse grande comprometimento com essa causa!
    O mundo ainda tem jeito com gente como você que sente as verdadeiras dores do mundo e contribuem pra que elas não passem desprecebidas!
    Um abraço...

    By Anonymous evelize, at domingo, junho 28, 2009 4:29:00 AM  

  • Anônima disse
    - Vi seu blog através da comunidade dos que amam Israel e adorei! É a 1ra vez q vejo um blog.

    By Blogger paulofranke, at domingo, junho 28, 2009 7:58:00 PM  

  • Sr.Paulo...
    Realmente Lamentável!
    O que mais me emocionou no seu relato foi imaginar o sentimento de alegria que sentiram, ao imaginarem-se salvos do Monstro, e de repente virão transformado em desespero! E saber que ninguém os queria como cidadãos que são, com direitos, pois humanos são! É mesmo uma vergonha se saber da raça humana nessas horas!
    Não deixe, como disse a amiga, fatos como estes esquecidos. Faça a questão de nos mostrar do que somos capazes quando nos omitimos!
    Mais uma vez, muito obrigada e, por favor, continue! Como já disse, seu Dom é especial!
    Abraços
    Maria Inner

    By Anonymous Anônimo, at segunda-feira, junho 29, 2009 8:17:00 PM  

  • Sr Paulo, Hablo Espanol O English I live in Los Angeles California I need Markus & Marja Hamalainen E-mail or a way to order their CD's can you please help me.
    God Bless you.

    Daniel Fonseca 818-621-6122

    By Anonymous Anônimo, at sábado, agosto 01, 2009 4:41:00 AM  

  • Dear Daniel,

    Sorry for the delay...

    Please contact:

    susannahamalainen@hotmail.com

    By Blogger paulofranke, at sábado, dezembro 19, 2009 10:51:00 PM  

  • Me tornei um judeu de coração e vc é um grande responsável por isso.

    By Anonymous Luiz Antonio Ferreira da Silva, at quinta-feira, junho 24, 2010 8:38:00 PM  

  • Ví esse ótimo filme há muito tempo. Agora, depois da tua postagem, gostaria de ver de novo, com outro olhar...

    By Anonymous Francisco S V Filho, at terça-feira, outubro 29, 2013 5:56:00 PM  

  • Oi Paulo,
    Vi o filme, parece uma história impossível de acontecer.
    No porto americano(USA) o navio é obriga do a retornar para Europa.

    By Blogger Jartur Avila, at quinta-feira, fevereiro 06, 2014 4:01:00 AM  

  • Oi Paulo,
    Vi o filme, parece uma história impossível de acontecer.
    No porto americano(USA) o navio é obriga do a retornar para Europa.

    By Blogger Jartur Avila, at quinta-feira, fevereiro 06, 2014 4:01:00 AM  

Postar um comentário

<< Home