Paulo Franke

02 junho, 2009

Ao embarcar (Air France) - Ao desembarcar (Jesus)


Minhas três últimas postagens tiveram como tema naves. Ao publicar comentários sobre a tragédia com o Airbus da Air France, se lembrar-me de que sempre ouço tripulantes referirem-se não a aviões mas a aeronaves, as naves continuam...

Um amigo que viajou no mesmo vôo da Air France, exatamente um mês antes da tragédia, presenteou-me com um porta-canetas da companhia aérea.


Os dois países mais afetados pela tragédia aérea. A foto que tirei me deu alegria, no momento ela expressa tristeza.


Ao embarcarem os passageiros do vôo AF 447...

Temos acompanhado desde segunda-feira os noticiários enfocando o acidente com o Airbus da Air France, que partiu do Rio de Janeiro rumo a Paris com 228 pessoas a bordo. Foi o pior acidente da companhia francesa. A evolução das notícias é vagarosa. Se o é para nós, quanto mais para os sofridos familiares dos que viajaram, a esta altura dos acontecimentos a maioria sem nenhuma esperança de rever seus entes queridos.

A queda da aeronave permanece um mistério e o resgate da caixa preta do fundo do mar - na mesma profundidade em que jaz o Titanic - pode significar uma tarefa épica, ouvi. Acidentes do tipo acontecem na base de 6%, os demais durante a decolagem e aterrissagem. Últimas notícias dizem: O mini-submarino francês Nautile, usado em operações de busca das carcaças do Titanic, há notícia de que deverá participar do resgate das caixas-pretas do avião da Air France que caiu no Atlântico no domingo, 31 de maio de 2009.



Gosto de acompanhar previsões meteorológicas pela TV, e quando começam não mudo de canal. Há algum tempo intriga-me a nuvem tipo "permanente" em parte do nordeste do Brasil pairando sobre o Atlântico naquela região como que fazendo um muro até a África. Quando ouvi comentarem pela TV o que me intrigava, ligando essas nuvens espessas ao acidente, vi que fazia algum sentido a minha observação.




Para nós o nordeste é sinônimo de dias ensolarados, e mesmo de seca, lugar onde o turismo se expande mais e mais, inclusive levando centenas de finlandeses que voltam maravilhados principalmente com as praias. Não é raro vermos gente daqui usando bonés com os nomes dos lugares visitados, Natal, Porto de Galinhas, Fortaleza etc. Um parente nosso que vive em Natal-RN tem-nos contado do atípico mau tempo em todo o nordeste. Ainda que estejam nas estação das chuvas, têm caído com tal intensidade a ponto de provocar inundações em alguns estados, o que temos acompanhado pela TV também aqui.




Viajando-se para a Europa nesta época do ano, verão aqui, pelos fusos horários logo o dia vai amanhecendo e fechamos as janelinhas pelo sol que penetra perturbando o sono. Foi talvez em uma dessas ocasiões que tirei a foto acima, das turbinas e abaixo as nuvens mostrando que estávamos a grande altitude.


Para nós os brasileiros vivendo em muitos lugares da Europa a rota que fez o Airbus é um tanto familiar. Nunca, felizmente, enfrentei turbulência ao chegar ou ao sair do Brasil enquanto sobrevoava a área. Os especialistas explicam: a perícia dos pilotos faz com que, diante de uma tempestade, para evitá-la voem mais alto ou mais baixo. Desta vez parece que não puderam evitar, e cogita-se de que a tempestade que o satélite detectou pode não ter sido detectada pelo radar da aeronave. Mas sinto ser desnecessário aqui comentar mais sobre o assunto, uma vez que os brasileiros estão acompanhando passo a passo, ainda que a passos lentos, as investigações.



Este postal torna-se significativo: um anoitecer sobre a Cidade-Luz, la Ville Lumière...


Exatamente por viajar, imagino bem o que em parte tenha acontecido com os passageiros ao embarcarem. A acomodação nos devidos assentos, às vezes com a ajuda de uma sorridente comissária ou de um comissário prestativo ... a verificação de que os cintos estão afivelados e os assentos em posição vertical... as dicas de segurança com os comissários posicionados em diversos pontos do grande corredor... (muitos passageiros sem prestar atenção em algo que "nunca vai acontecer"...) o momento da decolagem quando a cabine fica à meia-luz e os motores "dão tudo de si" fazendo tremer toda a aeronave... quando alcança uma certa altura, os comissários levantam-se de seus assentos, há a distribuição de jornais em alguns vôos, também de fones para ouvir os canais de música a escolher... aproximadamente duas horas depois, começa o serviço de jantar a bordo... e com as "mesinhas" abaixadas recebemos a bandeja minúscula mas repleta com a comida quente, a sobremesa, o pão, mais tarde o café... depois de recolherem tudo, em meio a muita conversa dos passageiros, o filme é projetado enquanto a aeronave viaja dentro da noite... terminado, pouco a pouco os passageiros acomodam-se para dormir e logo os roncos do avião e de alguns que dormem se misturam... (A descrição minuciosa pode parecer desnecessária, mas escrevo pensando nos leitores que ainda não fizeram um vôo internacional.) Posso imaginar que tenha sido, talvez, no final do jantar que a tragédia tenha ocorrido.


A foto é da segunda vez em que fui a Paris, em 2001. Na primeira vez em que fui à Europa, decidi visitá-la logo ao chegar, sendo esperado por um colega francês do L' Armée du Salut (Exército de Salvação). Um dia antes de meu curso começar, semanas depois, caiu um avião da VARIG, aquele em que morreu o cantor Agostinho dos Santos. Graças a Deus, planejei passear por algumas capitais da Europa antes de iniciar o curso em Londres, naquele tempo quando se viajava São Paulo-Rio-Paris, e então Londres.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Ao desembarcar, Jesus...


... viu uma grande multidão e compadeceu-se dela, porque era como ovelhas que não têm pastor. (Marcos 6:34)

Gosto do pensamento "Ninguém é ateu dentro de um salva-vidas". Com ele em mente, dou esta guinada na postagem, baseado agora no que viu Jesus ao "desembarcar" neste mundo, depois de estar junto ao Pai.

Viu a criatura tão diferente do Criador, e afastada dEle, doente no corpo e na alma, como ovelhas que não têm pastor. Não ficou inerte diante do espetáculo grotesco que presenciava, mas arregaçou as mangas e começou a sua obra de redenção na vida do homem. Sua Igreja permanece como rocha através dos séculos, como uma gigantesca figueira em cujos ramos pessoas de todas as raças e culturas encontram acolhimento, tendo como testemunho muitas vezes um milagre operado no seu viver.

Voltando ao acidente, em horas como estas o espírito cristão aflora no coração das pessoas que se tornam solidárias, oram pelos familiares das vítimas e se tornam tementes a Deus. Encarando a realidade, não raro a notícia sai da mídia, mais um caso de tragédia é esquecido. Mesmo agora, pela impossibilidade de se encontrar destroços da aeronave, as notícias do acidente parece que vão para um segundo plano.

Missas e cultos ecumênicos

Muitos, por algum motivo, quem sabe não embarcarão em uma aeronave, mas todos deveríamos tomar a sério o entrar em uma nave, que é em um templo a parte onde se sentam os fiéis. Não me refiro a participar de uma missa ou de um culto ecumênicos esporádicos como os que estão acontecendo em muitos lugares do Brasil e da França em face da tragédia.

O frequentarmos assiduamente uma igreja, ouvirmos a pregação e participarmos do louvor a Deus são não somente hábitos saudáveis, mas necessários e vitais. Está comprovado mesmo pela medicina que o frequentar uma igreja traz paz e força para a vida. Dom Antonio de Orleans e Bragança, sobre a perda de seu filho Pedro Luiz, de 26 anos, que estava no avião, disse: "Respeitamos a vontade de Deus. Estamos rezando muito e isso tem nos ajudado muitíssimo. Muitas pessoas, em horas de sofrimento como esta, questionam erradamente a bondade de Deus." Que palavras preciosas e confortantes, principalmente para as demais famílias! O conforto de que precisamos para as tempestades da vida só se encontra nAquele que diz: "Não se turbe o vosso coração". É o príncipe brasileiro reconhecendo o Príncipe da Paz, que é Jesus Cristo, e testemunhando a respeito do Seu poder!

Há diversas denominações, e isto deve ser encarado positivamente, tipo "para todos os gostos". Uns gostam de louvor moderno, outros sentem a presença de Deus ao som do órgão. Tudo é válido se a igreja ensinar a sã doutrina cristã (fuja principalmente de igrejas que dizem ser as únicas certas e/ou de igrejas que estão interessadas em que você doe seus bens materiais a elas). Lembre-se de que Jesus falou de lobos com roupagem de ovelha...

Que mais esta tragédia não nos afaste da fé, mas que reforçe a nossa fé, de que este mundo - como as pessoas que embarcaram - é passageiro. Que as pessoas joguem fora bagagem desnecessária e prejudicial que lhes atrapalha na viagem desta vida, o pecado, o engano, o rancor, o ódio, a amargura, a preocupação com o dia de amanhã etc. Quando pela fé aceitamos de fato a Jesus como nosso Salvador pessoal, nossa vida é transformada. Nosso alvo, a partir daí, torna-se imitar a Jesus no Seu amor e misericórdia, palavra que literalmente significa "olhar a miséria alheia com o coração".

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Finalizando, transcrevo um trecho da antiga Bíblia, sempre atual em suas mensagens para o nosso coração. Tão atual que em uma das traduções do texto em inglês a palavra dissipa/desvanece mencionando nossa vida é vanish, a mesma usada nas notícias em inglês com relação ao que aconteceu com o Airbus da Air France.


A falibilidade dos projetos humanos.


Atendei agora, vós que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros.

Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois apenas como neblina que aparece por instante e logo se dissipa.

Em vez disso, devieis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos como faremos isto ou aquilo.

Agora, entretanto, vos jactais das vossas arrogantes pretensões. Toda jactância semelhante a essa é maligna. Portanto aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando.

(Tiago 4:13-17)



O postal do Maine, de uma região não muito distante de onde naufragou o Titanic, ilustra o antigo hino cujas palavras falam aos que crêem sobre serem luzeiros no mundo e jamais compartilharem das obras das trevas:

~~~~~~~~

Resplandeçam nossas luzes através do escuro mar,

Pois nas trevas do pecado almas podem naufragar.

~~~~~~~~~~~~~

Nas tormentas desta vida perto está a perdição.

Aos incautos navegantes quem trará a salvação?

~~~~~~~~~~~~~

Sempre brilha, em graça imensa, rico amor do eterno Deus;

Cumpre a nós mostrar o rumo da viagem para os céus.

~~~~~~~~~~~~~

Nuvens de paixão mundana obscurecem-lhes o sol.

Ergue o grito de perigo, alça as luzes do farol!

~~~~~~~~~~~~~

Os errantes insensatos guia ao porto divinal!

Em Jesus há vero abrigo do furor do temporal.

~~~~~~~~~~~~~~

Noite eterna se aproxima, de remorso e de amargor!

Clama, avisa os infelizes, insta-os para o Salvador!

~~~~~~~~~~~~~~~~

Philip Paul Bliss (1876)

Sarah Poulton Kalley (1907)

~~~~~~~~~~~~~~~~

Que nossa mensagem aos perdidos nas trevas e sem Deus não encontre acidente no percurso, como aconteceu com este envelope enderecado a um amigo de meu pai, desde Hamburgo, Alemanha, expedido em 1938.

~~~~~~~~~~~~

Link:

Equipes SOS - Focker 100 - Airbus da

http://paulofranke.blogspot.com/2007/07/equipe-de-socorro-acidente-com-avio-da.html

9 Comments:

  • Apenas hoje, após ter lido aqui nesse blog, q os destroços do avião encontrado não eram do Air France, que passei a me perguntar o que de fato ocorreu com a aeronave? E se realmente a queda teria sido provocada por um raio como foi dito....muitas especulações e comentários fantásticos e misteriosos são usados como teoria para explicar essa tragédia, mas será que futuramente poderemos ter certeza do que realmente ocorreu naquela noite??

    By Anonymous Bela prÊsto, at sexta-feira, junho 05, 2009 9:45:00 PM  

  • É sempre muito difícil reagir com entendimento perante uma situação dessas. Digo entender o que se passa em nossos sentimentos numa hora dessas! O que pensar? Como aceitar? Não é fácil perder ente querido de doença o que dirá de forma tão brutal. Como conseguir controlar os sentimentos quando o seu nome é DOR?
    Voltando-nos para Aquele que sempre nos ampara e concede Paz! É muito difícil encontrar resignação, mas é o que nos resta para rezarmos para todos e assim, aliviar tb, nossos corações. Temos que aceitar que a vontade do Pai é sempre justa e certa. Eu acredito que ELE sabe por que tudo isso e vai nos amparar, consolar e vamos resignar-mos na sua Paz e calor de sua palavra.
    Rezo por todos que ali deixaram suas vidas e por todos os familiares que sofrem, e também por aqueles que não tiveram a mínima consideração pela vida daquelas pessoas. É muito triste imaginar que pode ter acontecido tudo isso, por causa de uma peça apenas que não foi trocada. É muito triste mesmo!
    Sabe Sr. Paulo, Deus é tudo e, sempre, neste momento é mais ainda! Conto com ELE pra tudo e espero que todas as famílias encontrem Nele o que sempre encontro...Força, Amparo e a certeza que eles estarão bem na paz de Deus!
    Abraços

    Maria Thereza

    By Anonymous Anônimo, at segunda-feira, junho 08, 2009 10:08:00 PM  

  • Uma amiga disse:

    Li, muito oportuno pra cristãos e não-cristãos, aproveitei e li o do Titanic também, interessate a participação dos salvacionistas na época!

    By Blogger paulofranke, at terça-feira, junho 09, 2009 1:17:00 PM  

  • Zuleika disse
    :
    Querido Paulo, li seu texto sobre o acidente do avião da Air France. Muito lindo, confortador, faz pensar, sobretudo na finitude desta vida, mas também nas promessas do Senhor de uma nova vida, nova Terra, onde a única finitude é da morte, da dor, do sofrimento,ou seja do salário do pecado. Realmente, temos que imitar Paulo, o Apóstolo: "Combater o bom combate e guardar a fé". Paz & Bem.

    By Blogger paulofranke, at terça-feira, junho 09, 2009 2:55:00 PM  

  • Linda Postagem amigo...acredito na inspiração de Deus sobre você para escrever essas palavras tão singelas e especiais!
    Obrigado por seu blog !

    By Anonymous evelize, at terça-feira, junho 09, 2009 8:16:00 PM  

  • Isar:
    Oi, Franke, acabei de ler o teu blog sobre o acidente, que inspiração, Paulo! Sei que vai servir de bênçãos para todos que o lerem.

    By Blogger paulofranke, at quarta-feira, junho 10, 2009 8:24:00 AM  

  • Diante de tragédias como essas que levam tantas vidas preciosas e os que são atingidos pela perda repentina e inesperada,(lembrando também o recente daqui do aeroporto de Congonhas_SP), só podemos ficar sensibilizados e pedir a Deus que conforte essas famílias, e busquem-No, pois a vida é passageira e tem o seu tempo designado para cada um de nós.
    Grande abraço !

    By Blogger Claudio, at quarta-feira, junho 10, 2009 6:57:00 PM  

  • Felipe Campos:
    Olá, Paulo. Estou aqui para parabenizar você pelo lindo escrito que fez em seu blog sobre o Air France. Seu texto está incrível. Muito me agradou enquanto lia.

    By Blogger paulofranke, at segunda-feira, junho 15, 2009 9:48:00 PM  

  • Anonimo disse:

    Muito impactante sua postagem sobre o Airbus!

    By Blogger paulofranke, at segunda-feira, junho 22, 2009 3:26:00 PM  

Postar um comentário

<< Home