Paulo Franke

15 julho, 2008

De trem pela Europa 3 - Salzburgo (Áustria)



Do you want to read this text in English?



Although it is not a perfect translation - sometimes with many mistakes, sometimes funny! - it can give you a good idea of the subject:









Lugares visitados nesta viagem conforme o mapa acima


(tente aumentá-lo clicando sobre ele e seguindo a direção das setas):


*

Bremem, Berlim, Nuremberg (Alemanha), Salzburgo (Áustria), Budapeste (Hungria), Zurique, Vevey, Genebra (Suíca), Haarlem (Holanda), Celes, Bergen-Belsen, Bremerhaven, Hamburgo, Puttgarden (Alemanha), Copenhagen (Dinamarca), Halmstad, Goteburgo (Suécia), Bergen, Oslo (Noruega), Estocolmo (Suécia ) e de volta a Helsinki (Finlândia).


**

Obs.: Porque soube que a visita a Salzburgo coincidiria com um dia de jogo do Campeonato Europeu de Futebol, realizado na Áustria e Suíca, decidi antecipá-la e depois retornar à Alemanha para visitar Nuremberg.




Salzburgo, uma das mais belas cidade que conheci.








*****************

Em 1965 minha esposa Anneli assistiu em Londres, onde morava, à estréia de The Sound of Music (Noviça Rebelde). Por minha vez, assisti ao filme em 1966, quando trabalhava em Joinville-SC. No mundo inteiro tornou-se um sucesso de bilheteria. Seis anos mais tarde a "londrina" e o "joinvillense" encontraram-se em São Paulo... Quando moramos em Fords-NJ, era a vez de nossos três filhos assistirem ao filme e se apaixonarem por ele, principalmente as meninas. Logo estavam cantando de cor, em inglês, as músicas fantásticas do The Sound of Music (O Som de Música, literalmente). Anneli ainda solteira comprou o disco de vinil - percebam a sua assinatura acima à esquerda - que se tornou uma relíquia familiar



(A propósito, estou escutando o disco enquanto faço esta postagem).


Homenageio, portanto, com esta nostálgica postagem,


à Anneli, à Deborah e à Martta









Planejei visitar Salzburgo -terra de Mozart - nesta InterRail principalmente para fazer a turné aos lugares onde foram feitas as filmagens exteriores do famoso filme (que certamente pode ser encontrado na locadora de sua cidade ou então encomendado em DVD pela Internet).




Tão logo cheguei a Salzburgo no trem-noturno vindo de Berlim, dirigi-me ao local onde partiria a excursão de quatro horas de duração, exatamente na esquina onde se encontram as duas vacas-ilustradas de propaganda.








Preciso dizer o destino deste ônibus que tomamos? Limousines cobriam lugares do filme na cidade.





Um dos primeiros pontos de parada: o lago Fuschl, no caminho para as montanhas St. Gilgen, onde foram tomadas as cenas iniciais da noviça Maria cantando e dançando The Sound of Music.




E logo ela corre para o convento (fotos acima), atrasada e esbaforida.



Contratada pelo capitão von Trapp para cuidar de seus filhos, Maria cantou I have confidence in me (Eu tenho confiança em mim) com suas roupas estranhas e fora-de-moda ao saltitar por esta rua arborizada. Duas turistas com roupas típicas austríacas podem ser vistas à direita.



No passeio por Salzburgo que os filhos do capitão fazem com a nova governanta visitam este lugar nos Jardins Mirabel.





... até que chegam à famosa escadaria do histórico jardim onde cantam "Do-re-mi", uma das belas cenas e uma das cançcões mais populares do filme (utilizei a música para colocar uma letra e cantar nos acampamentos de jovens nos anos 70 (abaixo)).


No filme, certamente CinemaScope, as escadas pareciam maiores.




Nestas árvores as crianças - vestidas com roupas feitas de cortinas - sobem e cantam enquanto o barão chega de carro com a baronesa e seu amigo, ouvindo um estranho som de música no ar... Isso há 44 anos, como comentou a guia da turnê, quando as árvores eram um tanto menores.





O gazebo ou casa de verão onde Lizl e Rolf cantam Sixteen going to seventeen e Maria e o barão cantam Something good, cenas para emocionar muitas mocinhas. Este gazebo de vidro, hoje atração turística, foi especialmente construído para o filme.




A igreja de Mondsee, onde casaram-se Maria e o barão von Trapp. Lugar de casamentos, quando a visitamos uma cerimônia matrimonial estava sendo realizada.




A famosa flor Edelweiss, título de uma das músicas cantadas pelo barão e depois pela família nas cenas finais do filme. Uma Edelweiss seca eu vi no Museu da Colonização Alemã de São Leopoldo-RS, trazida pelos antigos colonos.



Onde foram filmadas diversas cenas tidas como "na casa do capitão", porém somente este terraço à beira do lago foi usado e não o interior.



A guia da excursão, a inglesa Hillary, uma "enciclopédia do A Noviça Rebelde", que nos relembrava partes do filme assim como contava-nos com "exclusividade" acontecimentos pitorescos por trás das cenas (por exemplo... bem, é melhor deixar pra lá, eheh, quem sabe em uma outra postagem...). Em certos momentos, Hillary punha músicas do filme e convidava-nos a cantar (admirei-me com o conhecimento das canções por gente - de todas as idades, mesmo bem jovens, e de muitas nações - que participou da excursão). Ao fundo, o castelo Leopoldskron, que foi usado para a cena quando Maria e as crianças chegam molhadas por terem caído do bote neste mesmo lago. Idem quando a baronesa - Eleanor Parker - tenta brincar inutilmente de passar a bola para as crianças tristes pela ausência de Maria, que voltara para o convento.









Quando o filme completou 40 anos, as personagens visitaram Salzburgo e homenagearam a Panorama Tours, uma das mais famosas agências especializada em mostrar as locações do filme.




Climb ev´ry mountain (Suba cada montanha), uma canção-chave no filme, também um desafio para cada um de nós diante das altas montanhas que se apresentam na nossa vida.



Finalizando...



Ainda que o filme norte-americano The Sound of Music seja uma constante fonte de renda para a cidade de Salzburgo, que recebe oficialmente 700 mil turistas por ano, os austríacos e os alemães têm como genuíno o filme produzido por eles na década de 50 sobre a família von Trapp.


Assisti como adolescente a este filme em língua alemã, original por assim dizer, e impressionei-me e a partir daí comecei a gostar do canto coral, como a maioria das canções eram apresentadas. No início dos anos 50 ouvi que, fazendo escala no porto de Pelotas-RS em caminho do Uruguai e Argentina, a família Von Trapp fez uma audição no belo Theatro Guarany . Quem me contou, uma amiga que cantou comigo no coral da Igreja Episcopal Anglicana e que esteve presente na histórica audição, falando que cada membro da família em certo momento se posicionou em diferentes camarotes do teatro e cantou ao mesmo tempo, maravilhando os privilegiados espectadores conterrâneos que ouviram ao vivo a famosa família von Trapp!


Links


Mais sobre as criancas do filme hoje e YouTubes do filme com suas belíssimas canções, acesse:


The Sound of Music


http://www.youtube.com/



http://www.angela-cartwright.com/som_travels.htm





**************

DO - pecado me salvou





RE - velando o Seu amor;





MI - nha vida transformou





- FA - larei do Salvador -





SOL - que as trevas dissipou,





LA - no mar o mal jogou;





SI - nto tudo novo em mim,





DO Senhor eu sou, enfim!





(Versão Gospel que fiz da música "Do-re-mi" nos anos 70)





**************





A propósito:





http://paulofranke.blogspot.com/2008/01/visitando-mais-um-pas-onde-nunca-estive.html



Próxima postagem:


De trem pela Europa 4 - Nuremberg (Alemanha)


( veja o lugar do Julgamento de Nuremberg e o local dos grandes rallies e paradas de Hitler)

9 Comments:

  • Assiti esse filme em 1966 em Pelotas... na mesma semana comprei o vinil e, como diziam naquela época, .... quase o furei.
    Passados 43 anos, assisti mais 26 vezes.... isto quer dizer que antes de completar 2 anos, tenho que revê-lo... aqui em casa ninguem aguenta mais!!!
    Diante do relato, me poupo de tecer maiores elogios.
    Obrigada amigo.
    Iara

    By Blogger Yara, at quarta-feira, julho 16, 2008 1:39:00 AM  

  • Nossa, assisti esse filme "trocentas" vezes na época, e depois, e tenho, inclusive, uma cópia em inglês, a qual assisto de vez em quando. Muito legal essa postagem, depois de tanto tempo, amei ver "as crianças" atualmente, notei que em algumas fotos estão na formação original, o que facilita o reconhecimento, afinal, depois de tanto tempo... parabéns Franke pela pesquisa e por compartilhar com os Fãs de carteirinha dessa produção inigualável! Valeu!

    By Blogger Bete, at quarta-feira, julho 16, 2008 10:50:00 PM  

  • Paulo:
    Sobre Salzburgo: um amigo me disse que ouve-se música em vários pontos da cidade. Como não li nenhuma nota sobre isso no seu blog, eu gostaria de saber se voce chegou a ver (melhor dizendo: ouvir!).
    De todas as cidades que já vi virtualmente, penso que Salzburgo deva ser uma das mais belas e charmosas do mundo.

    By Blogger Blogger da Karin, at domingo, julho 27, 2008 11:33:00 PM  

  • Gloria Policano:
    Amigo Paulo,
    Seu Blog se supera a cada postagem, fantástico!
    Vou recomendar para meus amigos! eles nem imaginam o que estão perdendo...
    Não dá pra só dar uma espiadinha, vou ficar por lá vários dias! refrigério puro !
    Dividir alegria é mais alegria!
    Abraços, fique com Deus

    By Blogger paulofranke, at segunda-feira, agosto 18, 2008 5:19:00 AM  

  • Você está feliz disse...

    Visitei o lugar das filmagens da Noviça Rebelde, e fiquei encantada com seu blog. Estive lá dia 17/07 e amei aquele lugar. Fiquei na Alemanha onde minha filha vive, fomos para o sul conhecer aquela maravilha. Tirei fotos neste rio Plansee, que me deixou extasiada com tanta beleza, eu que nunca saí do Brasil. Fiquei admirada com o respeito pela história dos alemães. E a emoção de conhecer o lugar onde foi realizada as filmagens tão marcantes na minha vida. Um abraço, fique com Deus!

    By Blogger paulofranke, at quarta-feira, agosto 27, 2008 7:26:00 AM  

  • Amei a sua matéria. As fotos da Áustria são incríveis. Também amos Salzburgo. Veja a minha coleção de links da Áustria.

    abç

    Turismo na Áustria

    By Blogger fenix, at segunda-feira, setembro 22, 2008 10:14:00 PM  

  • Esse filme marcou a minha vida, como a de muitos!
    Foi bom reler, pena que não se faz mais filmes como esse, os chamados "água com açúcar", seria muito bom se isso fosse copiado pois o que se vê hoje em dia, é só violência!
    Obrigada mais uma vez amigo!

    By Blogger Yara, at domingo, fevereiro 23, 2014 11:44:00 PM  

  • Que tesouro esta postagem. Melhor ainda podermos acessa-la tão facilmente e mais uma vez fazer essa "viagem" enriquecendo nosso imaginário e de quebra prestar uma homenagem a personagem central da história. Também vi e revi algumas vezes, e lembro bem do filme. Valeu Franke !

    By Anonymous Francisco S V Filho, at segunda-feira, fevereiro 24, 2014 3:31:00 AM  

  • Parece que seu Blog está sendo visitado repetidamente tal qual o filme! Pelo menos por mim!
    Não canso; esse filme é um verdadeiro espetáculo! Que privilégio rever as locações! Salva as devidas proporções, sinto o mesmo arrepio quando vejo suas visitas à Terra Santa e me pego imaginando os lugares por onde Jesus passou na companhia dos Seus discípulos!

    By Blogger Yara, at segunda-feira, março 09, 2015 9:06:00 PM  

Postar um comentário

<< Home