Paulo Franke

24 abril, 2010

I - ISRAEL - Ashdod, En Gedi e Mar Morto




Não me lembro de quando decidi passar minhas férias de inverno - em plena primavera! - em Israel, mas o empurrão veio através da oferta de passagem barata da companhia aérea airBaltic, da Letônia (Helsinki-Riga-Tel Aviv-Riga-Helsinki por somente € 272.00!!). E assim, no dia 8 de abril de 2010, empreendi minha terceira viagem à Terra Santa. A primeira havia sido quando viveramos nos Estados Unidos, em 1986, ocasião em que participei de uma turnê bíblica de salvacionistas americanos, e a segunda no ano passado, quando fui ao extremo-sul israelense, Eilat, com um dia de visita a Jerusalém.



O mapa assinala meu roteiro: Tel-Aviv, onde desembarquei no aeroporto Ben Gurion; Ashdod, também às margens do Mar Mediterrâneo; En Gedi, às margens do Mar Morto; Tibérias, a principal cidade do Mar da Galiléia, finalizando com mais dias em Jerusalém, antes de embarcar de volta no Ben Gurion.



Ashdod é a bíblica Azoto, próxima a Gaza, onde o discípulo Filipe foi levado pelo Espírito Santo e evangelizou o etíope que viera a Jerusalém adorar a Deus
(Atos 8:6-40).



Fui hospedado por amigos que lá moram, ela judia-gaúcha.




E aqui registro o meu agradecimento por terem-me convidado e acolhido em sua casa de forma tão calorosa.




Levando-me a passear para mostrar sua linda e moderna cidade, passamos por um local perto da praia onde pessoas dançam ao som de músicas judaicas e israelenses. E ai pintou a dúvida: participo ou não?...




Mas logo ensaiei uns passos e, como era dança livre (e judaica!), lá estava eu no meio dos dançarinos israelenses.




Fácil movimentar-se, mas difícil acompanhar a coreografia, e aí estou eu, todo errado.


Então começou a roda dos pares... hora de abandonar a dança e continuar o passeio.



No terraço do edifício onde moram, próximo á belíssima praia, uma paisagem de encher os olhos, ainda mais tendo ao fundo o azul do mar.




Ashdod, importante cidade portuária, possui modernos prédios por todos os lados para onde se olhe. Há milhares de judeus-russos ali vivendo, não necessariamente religiosos (há cerca de um milhão de judeus-russos em Israel).




Zelando pelo bem-estar fisico da população, há diversos aparelhos de ginástica ao longo da praia, não somente os que podem ser vistos na foto acima.


~~~~~~~~~~~~~~~



Sem ver o mar por um bom tempo, fiquei por horas contemplando-o até quando se aproximava o pôr-do-sol, inclusive fazendo minhas orações naquele fim de Shabat ... E a propósito, registro neste momento palavras sábias e poéticas para edificação do leitor:



O coração do homem é como o rio: ora turvo, ora límpido; ora saltando despenhadeiros em fúria...



... ora se espraiando calmo, à carícia dos campos floridos...



... mas sempre em busca do mar.

( R.Mendes)



SENHOR, vim-me arrastando pelo chão árido, buscando a Ti, sem nenhuma confiança, com meu copo vazio, para suplicar uma gotazinha de refrigério...


Mas se eu tivesse sabido melhor o que Tu és, teria vindo, a correr, com um cântaro!

(N. Splegellberger)


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


E de Ashdod tomei um ônibus para Jerusalém, só para trocá-lo na rodoviária e "descer" para o Deserto do Neguev, precisamente a um lugar que há muito queria conhecer: o Parque Nacional do En Gedi.



Descendo de Jerusalém, não demora muito as montanhas desérticas
podem ser vistas.



Algo que impressiona no caminho são as plantacões de palmeiras ou mesmo de árvores frutíferas, cumprimento de profecias bíblicas (claro que o matinho da foto não é o caso, mas sim a alta tecnologia israelense).



E em dado momento na rodovia há uma placa anunciando que estamos simplesmente no nível do mar, e a partir dali enfrentando um longo declive até o Mar Morto, a 400 metros abaixo do nível do mar, nas regiões mais inferiores da Terra.



Depois de pouco mais de duas horas de viagem, En Gedi: chegamos!



E bem perto da parada do ônibus, que continuava sua viagem para Eilat, o hostel - para todas as idades - onde ficaria duas noites, reservado antecipadamente através da Internet.



O hostel fica ao pé do Parque de En Gedi.




Foi decididamente o melhor e mais bonito hostel (albergue) de todos onde fiquei hospedado.
.


Ficar ali, mesmo se não tivesse feito nenhum passeio, já teria valido a pena.



Cara de satisfação... a maior parte do tempo da jornada.



En Gedi, que traduzindo significa "poço do bode selvagem", é um oásis no meio do Deserto do Neguev, com paisagens magníficas.



Do hostel caminhei até o parque cuja entrada fica atrás dessas palmeiras. Salomão, em Cantares 1:14, exalta a beleza do lugar: Como um racimo de flores de hena nas vinhas de En-Gedi...


Momento para uma foto de cabras selvagens, as donas do local.



Logo ao ingressar no parque o visitante ouve barulho como de chuva de granizo... são as cabras andando no topo da montanha e deixando cair pedrinhas no vale. Na foto infelizmente não dá para distinguir os animais no alto.



A Bíblia registra que Davi fez de En Gedi um lugar de refúgio contra Saul que o perseguia (1 Samuel 23:29). E o cap. 24 menciona que Davi neste lugar usou de misericórdia e poupou a vida de Saul.



Sempre subindo, a um certo ponto avista-se ao longe o Mar Morto.




Ao longo da subida, há diversas fontes de águas, uma das maiores atrações para os turistas diante da elevada temperatura desértica.



Muitos judeus ortodoxos juntam-se aos turistas de todo o mundo em En Gedi. Enquanto os turistas apressam-se a banhar-se nas lindas fontes, os judeus ortodoxos no máximo aliviam a sua indumentária pesada e escura e ficam de mangas de camisa.




No caminho, muitas pontezinhas sobre as águas...



... que vêm de uma altura de 300 pés.


Decidido a aproveitar a oportunidade única e banhar-me naquelas belas cachoeiras - que me lembravam de outras tantas brasileiras - parece que muita gente teve a mesma idéia...



Assim, desci um pouco e encontrei esta, particular, que me proporcionou refrescantes momentos, também espirituais. Com efeito, grandes cousas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres. Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes do Neguebe
(Salmo 126:3-4).



No caminho da volta, momento de fotografar a fauna de En Gedi.




O bichinho deixa-se fotografar no seu habitat sem se assustar.



No dia seguinte, quis repetir a dose de mais de 20 anos atrás: tomar um banho no incrível Mar Morto, no Antigo Testamento chamado de Mar Salgado, sem mencão no Novo Testamento.




Muitos lêem jornais ao boiarem, como que sentados, nas águas pesadas de sal e minerais do mar. Por alguns momentos fiz o mesmo, tranquilamente, sem afundar (nem querendo se pode!), até que um pingo da água salgadíssima entrou no meu olho e tal foi a ardência que sai apressadamente e fui tomar um banho em água normal no chuveiro ali perto.




E voltando fotografei o famoso Mar Morto da sacada do hostel.




Outras fotos magníficas do mar podem ser vistas no link anunciado abaixo.


Enquanto oceanos contêm 4% de salinidade, o Mar Morto 26%. Montes de sal é o que vemos no postal. Peculiaridades do mar merecem uma pesquisa no Google.


Sol + sal = sede. Rótulo da famosa água mineral Ein Gedi.




Ocaso em Israel: Mar da Galiléia, Mar Morto, Deserto do Neguev, Jerusalém e Mar Vermelho.
Animais de Israel: peixes no Mar Vermelho, cabras montesas, poupa, jumentos selvagens, camelo.



Subi a Masada, próxima a En Gedi, na primeira vez em que estive em Israel. Atualmente existe um impressionante show de som e luzes, que não pude visitar. O show de luzes e som de Masada é único no seu estilo e vividamente descreve a vida, a luta e o heroísmo do povo que ali viveu há 1.900 anos.









Na manhã seguinte, tomei o ônibus a Jerusalém para, chegando à já conhecida rodoviária, seguir para Tibérias, no Mar da Galiléia

(p r ó x i m a . p o s t a g e m).


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


L i n k


Mar Morto e também... Jerusalém (2009)


http://paulofranke.blogspot.com/2009/04/ii-mar-morto-e-tambem-jerusalem-feliz.html

~~~~~~~~~~

Obrigado por voltar na próxima postagem!

23 Comments:

  • Abençoado homem o senhor é! Obrigada por compartilhar as belezas de Israel conosco.

    By Blogger Família Amaral, at sábado, abril 24, 2010 11:01:00 PM  

  • Belíssimas fotos e excelente texto.
    Muito obrigado pelo passeio virtual.
    aBRaços do
    Vitor

    By Blogger Vitor Rolf Laubé, at domingo, abril 25, 2010 12:09:00 AM  

  • Sempre é muito interessante saber sobre Israel e as imagens e comentários que me traz por mais esta sua viagem é a vontade de conhecer também ! Realmente belos lugares !!!
    Até o próximo post !
    Abçs
    Cláudio Humberto

    By Blogger Claudio, at domingo, abril 25, 2010 7:16:00 PM  

  • Ola Paulo
    Primeiramente fico feliz que a sua viagem ocorreu tudo bem e que voltou pra casa =D
    Nossa, nunca imaginei que esse lugar era tão lindo, mágico, melhor dizendo.. uma terra santa, hehe. As fotos que vc fotografou ficaram ESPLENDIDAS, mal vejo a hora de ver o resto da viagem aqui no Blog, que ótima oportunidade você teve, hehe.
    Abraço =D

    By João Guilherme

    By Blogger paulofranke, at domingo, abril 25, 2010 9:52:00 PM  

  • Lindo, indescritível, nunca tive essa experiência (passar por terras mencionadas na Bíblia)... fico imaginoando o sentimento que tudo isso cuasa...!

    By Anonymous Anônimo, at domingo, abril 25, 2010 9:52:00 PM  

  • Lindo, indescritível, nunca tive essa experiência (passar por terras mencionadas na Bíblia)... fico imaginoando o sentimento que tudo isso causa...!

    By Anonymous Bete, at domingo, abril 25, 2010 9:53:00 PM  

  • Paulo, pesquisando hospedagem em Genebra, descobri seu blog, muito interessante, com boas informações e fotos de lugares do mundo! Parabéns! Em junho próximo visitarei Genebra por alguns dias e vi que esteve lá no Centre Espoir.Gostaria de alugar um studio, como voce fez e no mesmo local,para mim e minha irmã, mas não tenho obtido sucesso na pesquisa, pois a pagina deles direciona para outros albergues e hoteis. Voce poderia dar-me maiores dicas via email de como conseguir hospedagem onde você ficou? De antemão agradeço sua atençao! Abraços. José Luiz.

    By Blogger JOSE LUIZ, at domingo, abril 25, 2010 10:07:00 PM  

  • Imagens que alimentam a alma! Grata por compartilhar!
    e linda poesia tb!
    Marilene

    By Blogger Marilene, at domingo, abril 25, 2010 11:49:00 PM  

  • Que tamanha dádiva ver e fotografar, guardando assim para eternidade, lugares tão lindos e realmente mágicos! Muito bom poder desfrutar de suas passagens por terras maravilhosas como esta e ainda conhecer mais de sua história.
    Mais uma vez, parabéns por compartilhar suas viagens e ensinamentos, como sempre nos encantando com belas paisagens!
    Grande abraço e obrigada

    By Blogger Maria Thereza, at segunda-feira, abril 26, 2010 3:14:00 PM  

  • Oi, José!
    Obrigado pelo seu comentário, prova de que lê o meu blog, eheh!
    Acho que não terá sucesso em hospedar-se no Centre de Espoir, em Genebra, e te explico o por quê:
    Eles têm um quarto de hóspedes que cedem acho que somente a salvacionistas, membros de nossa organizacão.
    Mesmo eu tive que obter uma permissão através do líder de nossa obra aqui.
    É uma obra social para pessoas com problemas mentais não a ponto de irem a uma clínica psiquiátrica, algo assim.
    Em todo o caso, se quiser tentar pedir... vá em frente. O nome Exército de Salvacão em francês é L'Armée du Salut.
    Os albergues europeus, de modo quase geral, são muito bons.
    aBRaco.

    By Blogger paulofranke, at terça-feira, abril 27, 2010 9:41:00 AM  

  • Querido Paulo que linda viagem de descanso e contemplação,as fotos estão incriveis, parabens!!! abraços Fernanda Keunecke.

    By Blogger Artes by NandaKeunecke, at terça-feira, abril 27, 2010 5:35:00 PM  

  • Muito boa postagem irmão!
    Uma curiosidade. Quanto está o Euro com relacão a moeda Israelense?

    aBRacos.

    Eliel

    By Blogger Pensamentos de um Valdeci, at terça-feira, abril 27, 2010 6:59:00 PM  

  • MARAVILHOSAS, FOTOS ... SENSAÇÕES Q NOS CAUSAM, ENTÃO ... OBRIGADA PELA OPORTUNIDADE DE COMPARTILHAR CONOSCO, EN GEDI É MUITO ESPECIAL, NÃO FUI ATE AS COLINAS, SOMENTE ME BANHEI NO MAR MORTO!!! QUE DEUS O ABENÇOE MUITO E SEMPRE!!! ABRAÇO.

    By Anonymous Anônimo, at terça-feira, abril 27, 2010 7:59:00 PM  

  • Fernando:
    Acabei de ler tua ultima atualização do blog, tenho muita curiosidade de conhecer o Mar Morto e outras maravílhas de Israel, mesmo sabendo que a salinidade aumenta a densidade da água, é dificil pensar que não afunda...

    Abração!!

    By Blogger paulofranke, at quarta-feira, abril 28, 2010 4:04:00 PM  

  • Maravilhosoooooooooo meu amigo
    como amo praia adorei as fotos do mar da primmeira praia linda.... e sua dança isso mesmo muito bom adorar a Deus com danças tbm e o mar morto o ocaso e hotel sem
    comentários... as fontes refrescantes verdadeiro refrigério espero ainda poder conhecer tbm esta linda terra...rs...aBRaços Franke.

    By Blogger Luzia, at quarta-feira, abril 28, 2010 9:50:00 PM  

  • pensar que nosso pés estão pisando em terras que os discípulos e Jesus pisaram deve ser um sentimento maravilhoso da Glória de Deus né amigo.

    By Blogger Luzia, at quarta-feira, abril 28, 2010 9:53:00 PM  

  • Shalom chaverim, Shalom chaverot,
    lehitra ot, lehitra ot, shalom chaverim, shalom!!!!

    Oi Paulo,
    Não disse que viria? rsrsrsr, bom saber que voltou bem p/casa.
    vc não imagina como foi bom ver suas fotos, minha filha percorreu todo esse caminho e tem várias fotos nesse parque maravilhoso, além de algumas em Eilat onde mergulhou, realmente Israel é abençoada, vc já conhece Sfat? se sim, gostaria muito de saber sua opinião sobre essa pequena cidade.
    Serei repetitiva, mais uma vez vc se superou, não dá pra ficar indiferente as suas postagens e fotos maravilhosas, a que mais me tocou foi aquela da cadeira em frente ao mar... não sei porque, mas sentí uma saudade e um aperto no peito...
    Fique com D'us e mais uma vez obrigada por sua generosidade.

    By Blogger deborah, at quinta-feira, abril 29, 2010 7:28:00 AM  

  • Foi maravilhoso ver você aproveitando bem esses dias de paz (em Jerusalém, Judéia, Samaria e)nos confins da terra.
    A Grace diz que a D.Laís tem sonhos de ir à Terra Santa e que vamos planejar isso para um futuro próximo...
    Sempre que você puder aproveitar essas promoções, deve fazê-lo, porque as viagens não tem preço... ampliam os horizontes, as perspectivas... dando nova visão das dramaturgias bíblicas que você conhece bem, confirmando a graça do Pai nas vidas daqueles que estão mais perto do Senhor.
    Sds, beijos, Família Moura.

    By Blogger elisinhaflavia, at quinta-feira, abril 29, 2010 10:43:00 PM  

  • Ola, adorei ler sobre tua experiencia! Estou indo com meus pais e irmao para la em setembro... nao temos muito tempo, ficaremos apenas dois ou tres dias para visitar o mar morto, qual a dica de hospedagem?? Li que a maioria sao bem caras! OBrigadaa

    By Anonymous Anônimo, at segunda-feira, maio 31, 2010 1:59:00 AM  

  • Ola, adorei ler sobre tua experiencia! Estou indo com meus pais e irmao para la em setembro... nao temos muito tempo, ficaremos apenas dois ou tres dias para visitar o mar morto, qual a dica de hospedagem?? Li que a maioria sao bem caras! OBrigadaa

    By Blogger Aninha, at segunda-feira, maio 31, 2010 2:00:00 AM  

  • Olá!!
    Lindas fotos! que viagem incrivel, que Deus continue proporcionando mais momentos assim em sua vida!
    Preciso da sua ajuda para tirar uma duvida...qual a pronuncia certa de Engedi, estou abrindo uma clínica de Massoterapia e quero colocar este nome, meu primo diz que é Engedí como se tivesse acento no "i", vi em alguns lugares na net que se pronuncia "Ain guedi" qual seria o certo? Achei este nome interessante pois além de ter um significado maravilhoso de segurança...oasis no deserto... na escrita En-gedi seria o meu nome ao contrário...rsrs
    Desde já agradeço a resposta
    Deus te abençõe!

    By Blogger Gediene, at sexta-feira, junho 04, 2010 10:02:00 PM  

  • Cara Gediene,
    Desculpe-me pela demora... às vezes muitas semanas, ou até meses, depois leio os tantos comentários. Näo posso dizer ao certo, só que o G nunca é como no português (GEdiene/GEtúlio). mas Guê (de Guevara/guerra). o perigo é colocares o nome na tua firma (?) e pronunciarem EN Gédi (G tipo J, que em poucas línguas existe. português, francês e russo que eu saiba). aBRaco, e volte sempre!

    By Blogger paulofranke, at sexta-feira, agosto 06, 2010 3:47:00 PM  

  • Fiquei muito feliz ao descobrir o seu blog e amei as fotos de Israel. Certamente um dia estarei viajando para lá e poderei ver tudo com meus próprios olhos. Mas por hoje já valeu as lágrimas de saudade do meu querido país. Faço minhas as palavras da Familia Amaral: Obrigado por compartilhar as belezas de Israel. Shalom.

    By Blogger Ponto & Vírgula, at sexta-feira, agosto 13, 2010 9:33:00 PM  

Postar um comentário

<< Home