Paulo Franke

04 dezembro, 2009

O velho NATAL de novo! (segunda parte)

Segunda Parte
.
**************************

Natal nativo * Natal narrado * Natal nulo * natal nazista * Natal noturno


* Natal nórdico * Natal nostálgico * Natal netos * Natal necessidade


**************************
.
Natal nativo




Original: Julia Hawkins/ cartão de Natal da Red Cross (2008)



O Natal de Jesus é nativo do Antigo Testamento.


"E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade." (Miquéias 5:2)



"Portanto, o Senhor mesmo vos dará sinal: Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe chamará Emanuel." (Isaías 7:14)



"Um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz." (Isaías 9:6)

**************************

Natal narrado







Muitos astros e estrelas de Hollywood, acostumados a brilharem, permitiram com seus talentos que Jesus fosse exaltado e os ofuscasse ao narrarem a história de Natal em discos de vinil promocionais do Exército de Salvação (The Salvation Army) na Califórnia.



Michael Landon, na década de 80, foi um deles que o fez com alto profissionalismo (tenho a raridade do disco). Filho de pai judeu e mãe irlandesa católico-romana, cresceu em uma comunidade predominantemente protestante. Depois de muitos filmes para o cinema e TV, Michael contraiu câncer pancreático e morreu em 1991, com 55 anos. O cantor e ator evangélico Pat Boone esteve ao seu lado no leito da enfermidade, falando-lhe de Jesus, o Salvador.





Certa vez minha esposa Anneli gravou o Novo Testamento completo e o presenteou a uma jovem senhora cega. Admirei o seu esforço e tenho certeza de que deu fruto na vida daquela pessoa. Na foto, ela narra uma história baseada no relato do Natal enquanto eu ilustro a sua mensagem, sistema áudio-visual-caseiro que de vez em quando utilizamos.






Planeje, quem sabe, um Natal diferente indo à igreja e ouvindo a narrativa da velha e bela história, ainda hoje atual e capaz de enxugar lágrimas, conceder força e coragem e transformar vidas.

******************

Natal nulo




Há alguns anos foi publicado um curioso cartão de Natal com os dizeres: "Se Cristo não tivesse vindo". Falava de um ministro de Deus que adormeceu em seu escritório numa manhã de Natal e sonhou com um mundo para o qual Jesus nunca tinha vindo.


Em seu sonho viu-se andando pela casa: mas lá não havia presentes no canto da lareira, nem árvore de Natal, nem coroas enfeitadas; e não havia Cristo para confortar, alegrar e salvar. Andou pelas ruas, mas não havia igrejas com suas torres agudas apontando para o céu. Voltou para casa e sentou-se na biblioteca, mas todos os livros sobre o Salvador tinham desaparecido.


Alguém bateu-lhe à porta. Era um homem pedindo-lhe que fosse visitar sua pobre mãe à morte. Ele apressou-se a acompanhar o filho em lágrimas. Chegando àquela casa, disse: "Eu tenho aqui alguma coisa que a confortará.". Abriu a Bíblia, procurando alguma promessa bem conhecida, mas viu que ela terminava no livro de Malaquias. E não havia evangelho, nem promessa de esperança e salvação. E ele só pode baixar a cabeça e chorar com a enferma, em angústia e desespero.


Não muito depois, estava ao lado de seu caixão, dirigindo o ofício fúnebre, mas não havia mensagem de consolação, nem palavra de ressurreição gloriosa, nem céu aberto; mas somente "cinza a cinza e pó ao pó", e um longo e eterno adeus. O servo de Deus percebeu afinal que "Ele não tinha vindo" e, em seu triste sonho, rompeu em lágrimas e amargo pranto.


De repente, acordou ao som de um acorde. E um grande brado de júbilo saiu-lhe dos lábios, ao ouvir, em sua igreja ao lado, o coro a cantar:


Ó vinde fiéis, triunfantes, alegres. / Sim, vinde a Belém já movidos de amor:/ Nasceu vosso Rei, o Cristo prometido! / Oh, vinde, adoremos ao nosso Senhor!


"Eis aqui vos trago novas de grande alegria que será para todo o povo: na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor." (Lucas 2:10-11)


Transcrito de "Mananciais no Deserto" - Lettie Cowman - Editora Betânia



Que seu Natal não seja apenas o tradicional de tantas pessoas, de compras, comilanças e bebidas, e mesmo ceia com a família. Adicione à sua festa o Aniversariante, muitas vezes completamente esquecido e colocado em Seu lugar a figura do faz-de-conta Papai Noel. Faça isso e perceba de imediato a Diferença!



*******************



natal nazista


De minha coleção, selos do tempo do nazismo. No da direita: "Um povo, um reino, um Fuhrer..."


Em um natal nazista o judeu Jesus Cristo era completamente omitido para que o Fuhrer Adolf Hitler e o partido fossem exaltados. Assim, durante o Terceiro Reich foi esse o procedimento em sua programação que tinha por alvo remover o Cristianismo da tradicional festa. Li mesmo que o popular O Tannenbaum, por não mencionar o Cristo e sim a natureza, era incentivado em detrimento do uso de tradicionais cânticos de Natal.


Todo o esforço era feito para descaracterizar o Natal, enfocando em lugar o solstício de inverno. Era a festa da família e tinham a mãe e as crianças como centro, já que o pai estava ausente, no front de guerra. Na festa, a mãe era homenageada pelos sacrifício que fazia em prol da pátria e do partido nazista.


(Informe-se mais no Google)


Li certa vez que uma das razões pelas quais Hitler odiava o povo judeu e seu Deus era porque ele próprio queria ser deus...



********************


Natal noturno


Embora goste do Natal finlandês, especialmente quando a neve cai leve e cintilante iluminando a escuridão da época, recordo-me com saudade das noites de Natal no verão brasileiro, da festa que da sala se estende ao quintal ou ao jardim, sob o céu estrelado das cidades do interior, incrivelmente nítido e belo.




A passagem bíblica sobre a visita dos magos a Belém - registrada em Mateus 2:12 - pode intrigar-nos e ser um tanto obscura em seu significado. Quem eram esses magos, esses homens misteriosos que foram guiados por uma estrela brilhante durante a escuridão física e espiritual de sua viagem? Os historiadores registram que eram homens que procuravam interpretar sonhos, que estudavam astrologia, mágica e livros que continham referências místicas sobre o futuro.

Brian Coles escreve: "Apesar de que práticas mágicas sejam condenadas na Bíblia, Deus, sendo soberano, usou os cálculos astrológicos dos magos a fim de guiá-los ao Menino Jesus. Em um sentido, era uma viagem da ignorância para a luz. Ao verem a estrela que conduzia ao lugar onde estava o Menino, lá chegando curvaram-se e O adoraram como Rei."


O final da respectiva passagem bíblica registra: "Sendo por divina advertência prevenidos em sonho para não voltarem à presenca de Herodes, regressaram por outro caminho à sua terra" (vs. 12) . Muitos interpretam que esse "outro caminho" foi o caminho da crença no Homem-Deus o Qual viram pequenino.


De fato, os magos da história do Natal deram o exemplo a todos os demais que vieram após eles - inclusive aos mágicos atuais - oferecendo o seu ouro, seu incenso, sua mirra e ajoelhando-se perante o Menino ao reconhecê-lO como Maravilhoso, Conselheiro, Salvador e Senhor. Qualquer mágico que não faça isso está com 2009 anos de atraso!



Antigo cartão de Natal que mostra Belém à noite, sendo que a estrela fica em relevo. E abaixo em madeira três camelos, souvenir que comprei de um menino árabe quando por ocasião de minha primeira visita a Israel.




Os humildes pastores ouviram a voz de um anjo e encontraram o seu CORDEIRO. Os sábios viram a luz de uma estrela e encontraram a sua SABEDORIA. (F.J.S.)



*******************


Natal nórdico






Na postagem "O país nórdico onde vivemos" relato também a respeito do Natal na Finlândia. Aqui mostro a linda foto de Martti Rikkonen onde se vê no céu a aurora-boreal, fenômeno de rara beleza infelizmente imprevisível. Embora vivendo neste país há mais de 10 anos, e visitando diversas vezes o norte do mesmo, ainda não pude contemplá-la, o que muitos já o fizeram e ficaram maravilhados.



**********************


Natal nostalgia






Dificilmente durante o Natal não nos lembraremos do passado na casa de nossos pais, do lar que formamos ao nos casar, nos nossos filhos pequenos e na sua expectativa pelo Natal.


Isso é saudável; no entanto o sentimento de fuga, expresso de diversas formas para que o passado não volte à lembrança, nem aqueles queridos que partiram, isso não é normal. Nostalgia é um sentimento válido, mas se nos faz sofrer devemos tomar cuidado.



Momento de rara beleza foi a visita no ano passado a esta capela rústica na pequena cidade chamada Tamisaari/Ekenäs, no sul do país, onde íamos quinzenalmente fazer um trabalho de evangelismo. Inspirado nessas duas fotos que tirei como lembrança, publico abaixo um hino de Joy Webb chamado "A surpresa" (The surprise). Carregado de nostalgia, é, no entanto, um convite a sair dela e celebrar novamente um Natal genuíno. Deixe que essas palavras - as quais traduzi livremente - toquem o seu coração e o movam a uma atitude na direção certa.



Pense nos animais encontrados no estábulo; tendo por colchão as palhas para aquecê-los durante a noite. E de repente, tocados pelo choro de um bebezinho, oh, que surpreendente vista! Ali, na manjedoura, uma Criança dormindo sob um céu estrelado e belo!


(Coro) E aí onde você está, no meio de todas as suas atividades, deixe a surpresa no seu coração outra vez mexer, fazendo a antiga história em você reviver.

Pense no silêncio que nada indica o que vai acontecer no próximo momento... de repente quebrado pelo canto dos anjos. Oh, que cena supreendente! E a canção boas-novas traz: esta Criança nos concederá a paz!

(Coro) E aí onde você está, no meio de todas as suas atividades, deixe a surpresa no seu coração outra vez mexer, fazendo a antiga história em você reviver.


Pense em um coração que tem ouvido esta mesma história, tantas vezes contada e repetida... E de repente como em um "tilique" captada no seu real sentido. Oh, que surpreendente revelação! Inundado novamente pela alegria, esse alguém é tocado pela emoção.


(Coro) E aí onde você está, no meio de todas as suas atividades, deixe a surpresa no seu coração outra vez mexer, fazendo a antiga história em você reviver.


********************





E o que fazem essas meninas aqui? Como provavelmente alguns doces do seu Natal contenham passas-de-uva, muitos se lembrarão das caixinhas da Sun-Maid, da Califórnia, com a raisin-girl nela impressa desde 1915, um dos mais conhecidos, antigos e nostálgicos brands. A firma recentemente mudou a menina para uma mais atual, simplesmente isso.(Yahoo).


A mensagem natalina, porém, não muda: é sempre a mesma. Diferente, porém, de uma passa de uva, ela não se enruga ou perde o sabor: experimente-a!



*********************

Natal = netos

.



Sim, muitos de nós nos lembramos com saudade do tempo quando nossos filhos eram pequenos... Mas como mostra o porta-retrato, a árvore genealógica geralmente não pára e, no nosso caso particular, nossos três filhos nos deram... seis netos (um deles, que passou o Natal passado conosco, do Brasil)!


UM NATAL MUITO FELIZ A VOCÊ E À SUA FAMÍLIA !



********************



L i n k s



Postagem anterior, primeira parte.


Obrigado pela visita e aguarde a próxima e última postagem natalina:


"O velho Natal de novo!" (Natal necessidade)



Encontre-me também no hotmail.


Anote:


meu nome e sobrenome (arroba) hotmail.com


Obrigado! paulofranke

3 Comments:

  • Prezado Senhor Franke,
    Como lhe falei, Natal é muito importante pra mim. O simples fato de se aproximar muda o cheiro dos meus dias! É sim, muito nostálgico, mas de lembranças de muito amor e sorrisos, aconchego e, disfarçado nos sorrisos e alegria dos nossos pais, a difícil tarefa realizada de dar-nos presentes sonhados!
    Está ficando difícil ler suas postagens de Natal e esta então...
    Tenho um amigo único. Minha mãe me ensinou que ELE está e estará sempre comigo, que posso conversar o que eu quiser com ELE a qualquer hora. E disse: “Quando você ouvir uma grande e linda gargalhada, ELE estará te apoiando em tudo mesmo achando difícil você entender o que terá que passar para conseguir!” Meu Mestre Jesus Cristo! Meu Conselheiro, apoio, sabedoria! Não sei quantas vezes deitei no colo do meu Mestre, chorando, e quantas vezes o ouvir dizer para ter calma e paciência. Eu estou com você! E assim, vou em frente!
    Sr. , que a Luz do Mestre enviado por nosso Criador, seja um feixe de motivação, alivio e tolerância!
    De novo, para o senhor e sua família....FELIZ NATAL!!!!
    Que a Paz do Senhor esteja convosco!

    By Blogger Maria Thereza, at segunda-feira, dezembro 07, 2009 8:35:00 PM  

  • Olá.
    Como disse, irei comentar =D
    Quanta história de Natal hehe, sempre muito interessante ler suas postagens =D
    Que pena que você não pode ainda ver a magnifica aurora boreal, deve ser um espetaculo e tanto da natureza =D.
    Natal, tem tanto significado =D
    Bom, o que tenho a dizer é: ótima postagem.
    Abraço.

    By Blogger João Guilherme, at terça-feira, dezembro 08, 2009 1:36:00 AM  

  • Amigo Franke,
    Adorei as novas postagens sobre o Natal.
    Essa é a época do ano que mais gosto.
    Muitos parabéns, e continue nos presenteando com estes maravilhosos escritos.

    Abraço do seu amigo baiano!
    Hehehe

    By Blogger Anderson Cavalcanti, at quarta-feira, dezembro 09, 2009 7:36:00 PM  

Postar um comentário

<< Home