Paulo Franke

23 janeiro, 2012

1.Greta Garbo, quem diria?... 2.Sindrome de Greta Garbo?


Greta Garbo, quem diria... no meu blog?

Só assisti a um filme dela - Ninotchka - e não me lembro mais da história, e, confesso, nunca fui seu fã. Mas trouxe-a aqui por algumas razões...



Na verdade, nem sei que filme é este (Foto: Bra Böckers Film Lexikon) .

Transcrevo do Google o seguinte sobre ela:

Durante dois anos (1922 - 1924), Greta Gustafson (1905 - 1990) estudou arte dramática na Academia Real de Teatro Dramático (Kungliga Dramatiska Teatern), quando foi descoberta pelo diretor finlandês Mauritz Stiller (1883 - 1928), que a partir de então passou a desempenhar a função de segundo pai para a jovem Greta. Apesar de todas as parcerias que ambos tencionavam fazer, Greta e Stiller só fizeram um único filme juntos: A Lenda de Gösta Berling 1924.

Stiller levou Greta para filmar na Alemanha. Lá, ela chamou a atenção do expressionista alemão Georg Wilhelm Pabst (1865 -1967), que a convidou a participar do seu próximo filme, A Rua das Lágrimas 1925.
Louis B. Mayer (1885 - 1957), poderoso magnata do cinema que comandava a MGM na época, ficou encantado com a performance da jovem atriz sueca no filme A Lenda de Gösta Berling, e ofereceu a ela e ao seu mentor, Mauritz Stiller, um contrato para irem trabalhar em Hollywood.














Mauritz Stiller, um diretor nascido em Helsinki, capital da Finlândia. Ele e Greta Lovisa Gustafson, mais tarde Garbo, na viagem para Hollywood. Foi a primeira artista estrangeira a atuar na Capital do Cinema.




Há alguns anos li na revista inglesa The Salvationist que Greta quando adolescente cantou e tocou violão em um grupo do Exército de Salvação (Frälsningsarmén). Quem diria?... Pesquisei em que local fora e um colega sueco forneceu-me a foto do Corpo Estocolmo 3, confirmando que fora no antigo prédio deste que é hoje um edifício onde ainda funcionam as atividades sociais e espirituais do Exército. E que naqueles anos da juventude de Greta era comum os centros salvacionistas suecos serem muito frequentados por crianças e jovens da vizinhança. Greta vivia naquelas imediações.



Na casa onde Greta nasceu - Blekinggegatan 32 - há um busto em sua homenagem que à noite é iluminado.


... e uma praça com o seu nome: Greta Garbo Torg - Praça Greta Garbo.



Há meses venho planejando ir a Estocolmo e fotografar esses lugares - a bem de meu leitores cinéfilos que são fãs de Greta Garbo - mas o inverno rigoroso, as tantas horas a serem gastas em um cruzeiro Helsinki-Estocolmo e mesmo o fato de não ser fã de Greta foram fazendo com que eu desistisse e, mais comodamente, elaborasse esta postagem a partir de dados e fotos fornecidos pela Internet.

_______________________

"Síndrome de Greta Garbo"

Não sou psicólogo, embora como oficial salvacionista tenha muitos anos de prática lidando com pessoas problemáticas, o que é óbvio. Quando era ativo nas comunidades do Orkut - infelizmente defazadas... - lia sobre pessoas que diziam ter a "síndrome de Greta Garbo" pelo fato de gostarem de estar isoladas, amarem a solidão etc. Lembro-me de que na época dei o meu parecer, baseado no fato de viver - ao todo atualmente mais de 15 anos neste país - em convívio com muitos escandinavos. E escrevi que o isolar-se não é nada raro para os povos destas terras, pelo fator clima e temperamento antissocial, tímido e dado ao pessimismo. Veja no link casos de pessoas que morreram e cujos corpos foram achados muitos anos depois... isoladas do mundo, ninguém as percebeu e deu no que deu.

A sueca Greta Garbo, penso, que deu por terminada sua carreira aos 36 anos, e que morreu aos 84 anos, não teria sido um desses casos?

Que pena! Tendo frequentado o Exército de Salvação e ouvido e até cantado a mensagem evangélica genuína, de vida verdadeira, por que nos anos em que viveu isolada, onde há tantas igrejas salvacionistas em Manhattan, não foi a uma delas relembrar sua juventude, o que é típico da velhice?...

Ou terá ido anonimamente??


________________________

L i n k s

Youtube: a sepultura de Greta Garbo em Estocolmo:

http://www.youtube.com/watch?v=QSweJQpehsE


Postagem "Encontrados mortos dentro de casa... há anos":


_________________

Próxima postagem:

A quem curte essas maravilhosas máquinas voadoras!!

- Aeronaves e suas tantas histórias, tantas! -

______________

3 Comments:

  • Ótima postagem!
    Eu me identifico um pouco. Devo confessar que adoro ficar sozinho. Sou bem caseiro, interiorano... Fico muito bem só, com minhas coisas... livros, música, etc. Eu adoro.
    Também me sinto, naturalmente, muito ligado as pessoas. Conservo muito bem minhas amizades, mas não sou de estar o tempo todo na presença delas. Vejo-as esporadicamente.
    Bom, pra mim isso é bom; eu não sou sozinho, apenas escolho - na maioria das vezes - ficar sozinho, tranquilo...
    Um abraço!

    By Blogger Anderson, at segunda-feira, janeiro 23, 2012 7:29:00 PM  

  • Olá amigo,
    Grande post! Greta é realmente algo estranho, não por ser diferente no sentido de querer ficar sozinha, não! Mas sim no querer ficar sozinha mantendo contato sempre com muitos e estar constantemente rodeada de amigos queridos! Amigos metiiculosamente escolhidos e mantidos em segredo. E o mais incrivel, sem frequentar suas casa, festas...no entanto, mantinha em sua vida somente aqueles que acreditava estar edificando seu espirito.
    Eu acredito que a perda do pai muito jovem, fez com que ficasse sem muitas directrizes. Tentando encontrar as mesmas em outros homens com os quais se envolveu sem compromisso, uma vez que precisava de um pai e não de amates como falam! Sexo parecia não ter um sentido para ela. Falam de sua sexualidade um tanto quanto atrevida para a epoca, mas seria a falta de diretrizes? Eu penso que sim. No entanto tinha muito carinho e amor para dar á aqueles que se mostravam fortes no comandar sua vida. Mais uma vez a imagem do pai fazendo falta, talvez. Muitos tentaram e muitos conceguiram dirigir sua vida até mesmo na determinação de parar sua carreira e pouco se mostrar, não quimar sua imagem e não permitir que sua vida privada fosse invadida. Com sua atitude, foi justamento o contrario que conseguiu. Ela virou algo de especial para se descobrir e por isso, tendo sido de caso pensado ou não, tornou-se o maior mito cinematografico de todos os tempo. Era a Deusa Garbo e por isso tornou-se inesquecível!
    Sem duvida uma atriz espetacular, sem igual no sentido dramatico. Fez o maravilhoso filme "Grande Hotel" No qual dizia a famosa frase " I Want to be alone", Oscar de melhor filme em 32!
    Nossa, teriamos muito oque dizer e estudar sobre esta figura indecifravel chamada Deusa Garbo, mas é melhor parar por aqui, sinto por escrever tanto. Adoro o post! Parabéns!!!!
    Grande aBRaço

    By Blogger Maria Thereza, at quarta-feira, janeiro 25, 2012 7:51:00 PM  

  • Maravilhosa as palavras sobre GRETA.
    Sinto-me parte de sua viagem até ela... Acho que GRETA apenas queria amar e ser amada. E como era talentosa!!! Parabéns pela matéria.

    By Blogger siby13, at domingo, julho 21, 2013 4:20:00 AM  

Postar um comentário

<< Home