Paulo Franke

17 janeiro, 2010

Terremoto no Haiti (... e outros tremores)

Ficamos sem palavras...

Desde o terremoto que atingiu e destruiu a já sofrida nação do Haiti, temos acompanhado pela TV as cenas dramáticas do sofrimento daquele povo. Mortos jazendo por todos os lados, pessoas sepultadas vivas, o sofrimento dos sobreviventes, se não atingidos fisicamente pelo terremoto em si, atingidos fortemente na alma principalmente pela perda de seus entes queridos e do pouco que possuiam. Descrever a extensão do problema é impossível, e a cada dia nos chegam histórias horripilantes desta que tem sido considerada uma das maiores tragédias dos últimos tempos.



A ajuda não demorou, inicialmente do próprio povo abalado tentando com as próprias mãos livrar parentes ou vizinhos soterrados. E foi chegando socorro de fora, do mundo, inclusive do nosso país. E assistimos comovidos pelo Jornal Nacional a ação do soldado brasileiro que salvou uma mulher grávida soterrada por quatro dias, dando-lhe a mão e com isso esperança de sobreviver. Tanta bravura de soldados nossos em face do drama pessoal de terem perdido colegas! Outra mulher escapou ilesa após dois dias debaixo dos escombros; quando foi liberta, testemunhou que ficou orando todo o tempo. E vão emergindo histórias e mais histórias de salvamento. Que os corações das pessoas se sensibilizem com isso tudo e que corações menos endurecidos surjam após mais esta tragédia, resultando em um mundo melhor e mais solidário. A palavra misericórdia significa literalmente "ver a miséria dos outros com o coração".



Pessoas buscam abrigo em um dos prédios danificados do Exército de Salvação.


... mas a Bíblia tem uma palavra:

... e haverá fomes e terremotos em vários lugares (Mateus 24:7)

... haverá terremotos em vários lugares e também fomes (Marcos13:8)

... haverá grandes terremotos, epidemias e fome (Lucas 21:11)

Três dos quatro evangelistas registraram esta parte do sermão de Jesus Cristo quanto ao tempo do fim - ou o início das dores - antecedendo à Sua segunda vinda, provando com isso a relevância do assunto. Convido o leitor a abrir sua Bíblia e ler o oportuno sermão na íntegra.



Destruição, palavra que bem descreve o mundo atual!

O sermão de Jesus e outras passagens bíblicas alertam-nos quanto a esta palavra:

- destruição provocada por guerras entre nações

- destruição de valores morais na sociedade

- destruição de relacionamentos na família

E na mesma linha:

- destruição perpetrada por grupos terroristas

- destruição do meio-ambiente

- destruição nas mais variadas áreas


E quando tremores atingem nossa vida?

Por certo não estou mencionando algo desconhecido de muitos leitores: tremores que atingem em cheio a pessoa, provenientes das mais diversas situações: desemprego, doença, separação do casal, problemas com os filhos, com parentes, e outros fatores que desequilibram a vida como que se um tremor tivesse acontecido no interior da pessoa, muitas vezes com consequentes abalos.

Um amigo, referindo-se ao Haiti, recomendou-me a leitura do Salmo 46.

Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. Portanto não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares, ainda que as águas tumultuem e espumejem, e na sua fúria os montes se estremeçam (vs. 1 a 3).

Utilizando-se da comparação de um terremoto-acompanhado-de-tsunami, o salmista como que descreve tremores no coração das pessoas.

Um poeta expressou-se assim quanto ao mesmo assunto:

Quando o coração aflito quer à dor e ao mal fugir, e se agita, e luta, e ruge, sem a doce paz sentir; qual um som que se repete nas quebradas a rolar, ao aflito e contristado Tua voz vem consolar.

Eis que ouvimos doce voz, a animar os que andam sós; em Ti mesmo confiados e por Ti sempre a lutar, na aridez de imensas plagas, no fragor do imenso mar.


É a expressão em tom poético do coração daquele que, mesmo enfrentando tremores íntimos, tem fé em Deus, a razão de não sucumbir.

Percebam a lição preciosa na continuação do salmo:

Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus (vs. 10).

Aquietar-se

... uma prova de que tremores íntimos causam grande inquietação.

E na mesma linha:

... um médico só pode examinar-nos se estivermos quietos.

... salva-vidas dizem que os piores casos são os dos que se agitam.

... as duas mulheres citadas permaneceram calmas mesmo soterradas.

... cristãos haitianos cantando ao ar livre transmitem calma e fé ao povo.

Muitos tentam resolver seus problemas confidenciando-os a amigos; muitos procuram religiões estranhas que os fazem afundar mais e mais; muitos procuram o "auxílio" do álcool ou das drogas, e com isso destruindo suas vidas; muitos encerram-se em si mesmos, em detrimento de sua própria saúde.

Aquietar-se significa confiar em Deus - nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações (vs. 1) - a despeito das circunstâncias que os cercam, ter fé e esperança mesmo que tudo convide ao desespero.

Essa tem sido a experiência de muitos que vêem as turbulências de sua vida como algo passado, uma vez que aprenderam o segredo de aquietar-se e nisso conhecer a Deus e Seu livramento poderoso.

¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤ ¤


Entre as diversas associações que estão presentes no Haiti no momento, tentando aliviar um mar de sofrimento humano, reconheci algumas que têm ajudado ao Exército de Salvação quando dirigimos três obras sociais, em São Paulo-SP, em Jacutinga-MG e em Joinville-SC. Demos graças a Deus por elas naquelas ocasiões e damos graças a Deus por elas estarem lutando lado a lado com o Armée du Salut no Haiti neste momento, abalado com perdas pessoais e materiais mas continuando sua missão.

O Exército de Salvação iniciou sua obra no Haiti em 1950 e o país pertence ao território salvacionista do Caribe. Desde aquela longínqua data, nossa obra tem ajudado o país de diversas maneiras, através de centros de entrega de alimentos, clínicas médicas, maternidades, orfanatos e escolas primárias e secundárias, principalmente.

Ainda nos faltam notícias, que nas próximas semanas certamente chegarão, com novas fotos e histórias ligadas à tragédia. Os sites abaixo estarão atualizando notícias a ajuda prestada.
Assim como aconteceu comigo que, por falar espanhol, fui convocado para participar da equipe de socorro no terremoto do México em 1985 (ver postagem), com salvacionistas que falam francês está acontecendo o mesmo. O Exército de Salvacão, no entanto, embora se deslocando de diversos países e enviando ajuda material e financeira, já estava lá quando o terremoto ocorreu.



Uma menina que nasceu em uma maternidade salvacionista após o terremoto, uma mensagem de que a vida continua.


Aqui com sua mãezinha que consegue esboçar um sorriso com a sua chegada.
~
~
~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~
~
~
~
~
PORTO PRÍNCIPE...
.
Que o coração humano se transforme em um
PORTO para a entrada do PRÍNCIPE
da paz, Jesus Cristo, Aquele que disse:
Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei (Mateus 11:28).


_____________________________



L i n k



Um dos vídeos que mostra o depoimento de um oficial que trabalha no Haiti e que presenciou o momento do terremoto:

http://www.youtube.com/watch?v=r6T1T_fgcmk&feature=player_embedded

________________

Sites salvacionistas de ajuda:

http://www.exercitodesalvacao.org.br/

http://www.salvationarmy.org/

http://www.salvationarmyusa.org/

293 Comments:

Postar um comentário

<< Home