Paulo Franke

15 julho, 2010

Passando e Passeando pelos Países Bálticos

Lembro-me do tempo de menino de uma senhora idosa que alugou um quarto na casa de uma tia-avó. A bondosa senhora era da Lituânia... e por muitos anos ao falar em Países Bálticos recordava-me dela e praticamente de nada mais, pois de fato nada mais sabia a respeito deles.

Nos últimos 11 anos em que vivemos na Finlândia, pouco a pouco os Países Bálticos foram tornando-se familiares, pela sua proximidade como também com a associação/partnership do ES finlandês com o estoniano.


No verão de 2000, tomei um ferryboat e viajei por 24 horas no Mar Báltico, de Helsinki até Rostock, na Alemanha. A primeira escala foi em Tallinn, capital da vizinha Estônia. Uma viagem longa mas agradável, até que aconteceu uma terrível tempestade no mar durante a noite. O importante é que sobrevivemos e fui fundo, não no mar, mas em busca de minhas raízes na Alemanha (veja link).



Acima, o mapa dos países banhados pelo Báltico, não mostrando a Lituânia, que fica ao sul da Letônia (Latvia).



airBaltic, uma opção para quem quer viajar barato pela Europa, Oriente Médio e Norte da África. Sabendo disso, fui a Israel por essa companhia aérea da Letônia no mês de abril deste ano (veja postagens).



No aeroporto de Riga, capital da Letônia, escala obrigatória em todos os vôos.



Tendo de permanecer no aeroporto de Riga por mais de três horas para prosseguir vôo para Tel-Aviv, fui conhecer parte da cidade antiga.



Não vi Riga à luz do sol, mas durante o anoitecer com seus belíssimos prédios da cidade velha totalmente iluminados, um espetáculo aos olhos.



Quando voltei à Finlândia, vi no aeroporto de Riga uma vitrine com um urso de verdade... morto, é claro. Morto de cansaço estava eu, depois de ficar preso em Tel-Aviv por 4 dias pelas cinzas do vulcão da Islândia (veja postagem respectiva).




~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


A seguir, uma mostra grande de fotos da cidade velha de Tallinn, capital da Estônia, aonde fui em um cruzeiro-de-um-dia nesta semana. Lá chegando, enfrentei um calor de 37 graus!

Para um bom aproveitamento das fotos, economizarei em textos, imaginando que os caros leitores, após vê-las todas, irão interessar-se em perquisar na Internet a respeito dos Países Bálticos, Estônia, Letônia e Lituânia, em seus aspectos históricos, culturais e mesmo arquitetônicos. Terras belíssimas e de gente bonita, sofreram os horrores da ocupação nazista na Segunda Guerra e depois por muitas décadas o domínio russo. Com a queda do comunismo, os países começaram a desenvolver-se. Hoje gozam a paz da liberdade e da identidade como nações, pertencem à União Européia, são alvos de investimentos importantes e atraem turistas do mundo inteiro.





O que faz este avião fora do contexto?? Só pra contar que viajei a Paris com meu neto pela primeira vez tomando um avião ida-e-volta pela Estonian Air. Mas o caso agora é tomar um ferryboat de cuja viagem - geralmente para a Suécia - estava com saudade.



Imaginem, somente € 38.00 - ida-e-volta com navio de luxo - Helsinki-Tallinn e vice-versa, durando a viagem somente 2 horas, com 4 horas para passear ou fazer compras, o caso de muitos turistas que aproveitam os preços baixos. Em janeiro do próximo ano o Euro será a moeda do país.









A bandeira da Estônia, que se chama Eesti em estoniano e Viro em finlandês, ainda que as duas línguas sejam da mesma raíz urálica.






Desembarcando, caminhei até a cidade velha, o meu interesse maior em conhecer melhor.





























































E de repente encontro dois rapazes tocando bossa-nova!! E comentamos: um deles russo-estoniano, o outro judeu-estoniano, eu brasileiro vivendo na Finlândia, ouvindo música brasileira... na Estônia! Vendo minha camiseta com a estrela de Davi, tocaram também música judaica.



As Igrejas Luterana e Ortodoxa são as oficiais do país. Há também muitas igrejas-livres, entre elas o Exército de Salvação (Päästearme), que começou no país em 1927 e continuou até 1940, encerrando suas atividades devido ao início da guerra. O recomeço da obra se deu em 1995 e muitos estonianos ou mesmo russos lá residentes são salvacionistas entusiastas, inclusive jovens e crianças.







Hora de voltar caminhando para o Terminal 4 do porto! Antes de embarcar em Helsinki, minha sandália rebentou... "Lá compro uma nova!", pensei. Mas não encontrando na cidade velha nenhuma loja de calçados, passeei todo o tempo com a sandália presa somente pelo tornozelo. (Os brasileiros devem estar estranhando não só a sandália, mas também sendo usada com meia... "coisa de gringo" ou "tragédia dupla"?).


Embarcar em um passeio na bicicleta-conferência poderia ter-me ajudado na locomoção... Vi pessoas utilizando-as e inclusive colocando garrafas e copos na mesinha redonda enquanto conversavam e, claro, pedalavam. Cada uma!





Na volta, um navio de mais luxo ainda...
~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~

Em 2003, a primeira vez em que fui à Estônia - sendo esta a segunda vez - fomos com um grupo de colegas salvacionistas e fizemos uma conferência a bordo, na sala reservada para isso.

À noite daquele único dia houve uma reunião no Corpo de Tallinn onde participamos todos. Assim, houve pouco tempo para passear e menos ainda para conhecer as belezas da cidade velha, daí o meu interesse em voltar, o que se deu somente agora, 7 anos depois.






Alguém tirou esta foto nossa andando. A foto está na nossa cozinha, no quadro onde fotos de filhos e netos também estão. Só ao pegá-la para escanear percebi que minha esposa pregou a um canto o lindo versículo que nos deu nossa filha mais velha no dia em que viajamos para a Finlândia: 13 de agosto de 1999. De fato, o versículo de Isaías tem-se cumprido em nossa vida, e na dos filhos que vieram trabalhar para Deus, depois de nós, neste maravilhoso país.
~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~

L i n k s:

"A ver navios?"... Não, os navios que eu vi!

http://paulofranke.blogspot.com/2009/05/navegacoes.html

...............................

Em busca de minhas raízes na Alemanha.

7 Comments:

  • Nossa amigo achei a arquitetura maravilhosa e muito interessante, realmente é uma região que vale a pena pesquisar mais e conhecer(farei isso).Algumas fotos me lembraram alguns lugares de Curitiba(me veio essa lembrança),o centro histórico dessa cidade.
    As suas viagens são de uma riqueza de detalhes e cultura impressionante, não tem como não se entusiasmar ao ler suas postagens.
    A última foto sua e de sua querida esposa está MARAVILHOSA e mostra que casal abençeado e feliz vocês são!
    Deus os abençoe sempre querido amigo!

    By Anonymous evelize, at domingo, julho 18, 2010 6:06:00 PM  

  • Leitores desse maravilhoso blog, quem não leu ainda a postagem em busca de minhas raízes na Alemanha, leia sem perda de tempo pois é muito interessante e singela.

    By Anonymous evelize, at domingo, julho 18, 2010 6:09:00 PM  

  • Que bom que conseguiu retornar e realizar o seu desejo de conhecer a cidade velha, muito linda e interessante por sinal...cheia de história, hehe, fotos maravilhosas. Relembrou os tempos de Brasil com os escaldantes 37°C? HAHA, essa foi a maior temperatura do meu ultimo verão então sei quanto quente isso é, engraçado..o verão 2010 no Brasil foi MUITO quente e agora isso esta acontecendo no hemisfério norte, calor recorde em Moscou onde não havia novo recorde há 130 anos, haha.
    Abraço !

    By Blogger João Guilherme, at domingo, agosto 01, 2010 12:42:00 AM  

  • De um amigo de Tallin vivendo em Londres:

    I don't know when i can visit Tallinn...
    mby next year :)
    but thanks to share your photos!

    bless

    By Blogger paulofranke, at segunda-feira, agosto 02, 2010 5:54:00 PM  

  • GOSTEI BASTANTE.
    PROMETO ACOMPANHAR AS NOVIDADES!
    VOU ESTA SEMANA A OSLO E MAIS 4 CIDADES, ASSIM QUE REGRESSAR POSTAREI ALGUMAS FOTOS.
    VISITE O MEU BLOG TAMBÉM:
    http://viagensdocasaldubaveli.blogspot.com/

    By Anonymous Anônimo, at terça-feira, outubro 05, 2010 3:59:00 AM  

  • Vou a Tallinn a trabalho na próxima semana, tenho 3 dias livres e estavabem dúvida do que fazer, lendo, ou melhor, vendo o seu blog me fez decidir sem dúvida. Vou andar pelos países bálticos. Obrigado, e se quiser ver fotos desta viagem, em mais ou menos um mês acesse: www.pbase.com/abadesso.

    Abraços

    Ivan Abadesso

    By Blogger Cláudia, at quinta-feira, fevereiro 10, 2011 4:40:00 AM  

  • Ótima postagem ! Dá vontade de visitar estes países. Gastar 3 semanas conhecendo os três e desfrutando dos percursos feitos com navios, um algo mais que não se pode desprezar... Lindas fotos ! Tudo no estilo 'limpinho' da Europa !
    Abraços !

    By Anonymous Gerson Langie Barum, at terça-feira, dezembro 06, 2016 3:09:00 PM  

Postar um comentário

<< Home